Menu
Busca sábado, 24 de agosto de 2019
POLÍCIA

Polícia prende mais um suspeito de manter jovem sob cárcere no 'Tribunal do Crime'

15 agosto 2019 - 16h30Por Da Redação

Policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) e Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) prenderam mais uma pessoa suspeita de envolvimento no cárcere de uma jovem de 19 anos ocorrido na Vila Cachoeirinha, em Dourados. 

O resgate da vítima aconteceu na sexta-feira passada (9/8) e a previsão era de que ela passasse pelo chamado ‘tribunal do crime’, quando é realizado julgamento para possível condenação por parte de integrantes de facção criminosa. 

Fernando Rosa da Silva, o ‘Tio Chico’, acabou preso na terça-feira (13/8) durante a ação realizada no mesmo bairro. 

De acordo com o SIG, as investigações continuaram após o grupo ser descoberto, levando os policiais ao suspeito e também ao cativeiro onde a jovem havia sido colocada, na rua Frei Antônio. 

Um dos quartos do local foi isolado com tapumes e um colchão deixado no chão. 

O SIG ainda apurou que a “sentença” de morte da jovem já havia sido decretada pela facção criminosa e o assassinato ocorreria no momento em que ocorreram as prisões.

O caso

Uma jovem de 19 anos foi resgatada na sexta-feira (9) em Dourados após ficar sob cárcere de membros de facção criminosa atuante na cidade. 

À polícia, a família da vítima afirmou que a garota foi levada a força de casa por um homem. Conforme o registro da ocorrência, caso ela se negasse a acompanha-lo, o irmão que está preso na PED (Penitenciária Estadual de Dourados) seria morto por outros integrantes da organização criminosa.

Em diligências pela cidade, os policiais localizaram em uma residência no Jardim Márcia, a motocicleta utilizada para levar a vítima. Lá foi efetivada a prisão de um homem identificado como ‘Guerreiro’, 21, que confessou ter levado a jovem para uma casa na Vila Cachoeirinha, mas negou que tivesse feito isso com ameaças.

Na residência indicada por ele, os policiais encontraram a garota na presença de outras duas pessoas identificadas como ‘Paraguaio’, de 40 anos, e ‘Cidinha’, de 34. 

Eles mantinham a vítima em cárcere privado desde a quinta-feira (8), onde no local ela estaria sendo “julgada” por ter, supostamente, denunciado outros membros da facção para a polícia.

Diante dos fatos, os autores foram presos e conduzidos até o 1º Distrito Policial de Dourados, onde foram autuados em flagrante pelos crimes de sequestro e cárcere privado e associação criminosa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Homem fura bloqueio e abandona carro com 100kg de maconha
ECONOMIA
MS bate recorde em abertura de empresas e tem melhor saldo de empregos em julho desde 2012
CRIME NO CAMPO
Homem é preso por abigeato e polícia recupera quase 50 bovinos furtados
POLÍCIA
Rapaz escapa do "tribunal do crime", mas acaba preso pela polícia após roubos