Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
Fronteira

Por maior segurança, cidade de MS terá sistema de vídeo-monitoramento

11 fevereiro 2016 - 08h30Por Dourados News

Localizado no ponto mais extremo ao Sul de Mato Grosso do Sul, na divisa com o Paraná e fronteira com o Paraguai, o município de Mundo Novo, deverá em breve, ter parte de sua área central e algumas entradas e saídas, vigiadas por um moderno sistema de vídeo-monitoramento.

A verba utilizada na implantação da rede é oriunda de um convênio entre o Ministério da Justiça e a Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública.

Foram instaladas nove modernas câmeras, com alcance de cerca de 300 metros e rotação em 360 graus. A central está instalada na sede do Terceiro Pelotão da Polícia Militar, onde foram montados computadores especificamente para esta finalidade, uma torre metálica de 20 metros de altura, rádios para a transmissão do sinal, rack 19” e software para o gerenciamento, um painel que permite a visualização contínua e em tempo real das imagens, além de outros petrechos necessários ao funcionamento do sistema.

Segundo informações do tenente da Polícia Militar Gelton de Santana, comandante do Pelotão de Mundo Novo, apesar do fato de que o sistema ainda estar em fase de teste (deverá funcionar de forma efetiva em breve), já se percebe um impacto positivo no comportamento dos condutores de veículos na via pública.

“Tendo por base essa reação dos motoristas, é de se presumir que, naturalmente, os índices de criminalidade irão baixar nos locais e, conseqüentemente em toda cidade. Se ocorrer a migração dos ilícitos para outras áreas, efetivaremos o policiamento onde se fizer necessário e, logicamente, isso significa que o sistema de vídeo monitoramento contribuiu de forma decisiva no desenvolvimento do policiamento na cidade de Mundo Novo”, finaliza o oficial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TJMS
Segunda etapa do Concurso da Magistratura começa no dia 31
DIREITOS HUMANOS
Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo em MS abre edital para entidades
CRIME AMBIENTAL
Empresário é autuado em R$ 5,5 mil por construção de pousada e rancho pesqueiro degradando área protegida de matas ciliares do rio Taquari
CIDADES
SES orienta como se prevenir da Covid-19 durante visita aos cemitérios