Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020

Presidente da Assembleia de Rondônia e mais 14 são presos por fraude de R$ 15 milhões no SUS

Presidente da Assembleia de Rondônia e mais 14 são presos por fraude de R$ 15 milhões no SUS

19 novembro 2011 - 08h30
Agência brasil

Polícia Federal deflagrou hoje (18) uma operação em Rondônia para combater esquema de desvio de verbas no Sistema Único de Saúde (SUS) que chega a R$ 15 milhões. A Operação Termópilas resultou na prisão de 15 pessoas, entre elas, o presidente da Assembleia Legislativa, Valter Araújo (PTB). Ele foi preso em flagrante e é apontado como líder da quadrilha.

Foram detidos 14 envolvidos com o esquema, entre eles, pessoas ligadas ao governo, empresários e o secretário adjunto de Saúde de Rondônia, João Batista. Foram cumpridos 57 mandados de busca e apreensão, vários deles em gabinetes de deputados estaduais. Os mandados foram cumpridos em Porto Velho, Itapoã do Oeste, Ji-Paraná, Ariquemes, Nova Mamoré e Rolim de Moura. Até agora, foram apreendidos R$ 169 mil na operação.

De acordo com a Polícia Federal, o esquema foi investigado por um ano e meio e consistia no loteamento de licitações e contratos de prestação de serviços para a administração pública estadual em Secretarias de Saúde e de Justiça do estado.

A operação resultou em ordens de sequestro de bens e valores e de suspensão de exercício de função pública. As pessoas envolvidas serão indiciadas, de acordo com a participação, por formação de quadrilha, extorsão, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva, advocacia administrava, violação de sigilo funcional, tráfico de influência e corrupção ativa, além de crimes previstos na Lei de Licitações e na Lei de Lavagem de Dinheiro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Prova de vida de servidores aposentados é suspensa até 31 de outubro
ECONOMIA
Contas públicas podem ter déficit de R$ 871 bilhões este ano
CRIME AMBIENTAL
Mulher de 51 anos é autuada em R$ 5,5 mil por criar papagaio ilegalmente e manter a ave em situação de maus-tratos
NOTÍCIAS
Busca e apreensão veicular indevida geram danos morais