Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
CONTRABANDO

PRF apreende cargas de cigarros contrabandeados avaliadas em R$ 5 milhões

PRF apreende cargas de cigarros contrabandeados avaliadas em R$ 5 milhões

01 março 2016 - 07h45
A PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu, nesta segunda-feira (28), cerca de 950 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai, em três cidades do Paraná, que renderiam R$ 5 milhões aos contrabandistas. Dois deles pegaram a carga de cigarros em duas cidades de Mato Grosso do Sul: Maracaju e Eldorado.

Conforme o site Porã News, na primeira abordagem na cidade de Guaíra, foram apreendidos 200 mil maços de cigarro. Os policiais desconfiaram de um caminhão que transitava pela BR-163. Durante abordagem ao motorista de 59 anos, foram encontradas as caixas de cigarros escondidas sob uma camada de soja.

Ele foi preso em flagrante por contrabando e disse que tinha saído de Maracaju e que tinha como destino final a cidade de Cruz Alta, no Rio Grande do Sul. A PRF encaminhou o preso, a carga e o veículo para a delegacia da Polícia Federal, em Guaíra.
A segunda apreensão aconteceu em Quatro Pontes. Uma carreta com cerca de 400 mil maços de cigarro transitava pela BR-163 quando foi interceptada pelos policiais. O motorista, de 31 anos, foi preso em flagrante. Ele revelou que saiu de Eldorado e que levaria a carga ilícita até Curitiba. Ele, o veículo e a carga foram encaminhados para a Polícia Federal, em Cascavel.

A terceira e última apreensão também aconteceu na BR 163, mas em Lindoeste. Lá cerca de 350 mil maços foram encontrados em uma carreta. O motorista, de 53 anos, também foi preso e relatou aos policiais, ter saído de Guaíra e que pretendia entregar o cigarro no estado do Rio Grande do Sul. A ocorrência também foi encaminhada para a Polícia Federal em Cascavel.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TJMS
Segunda etapa do Concurso da Magistratura começa no dia 31
DIREITOS HUMANOS
Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo em MS abre edital para entidades
CRIME AMBIENTAL
Empresário é autuado em R$ 5,5 mil por construção de pousada e rancho pesqueiro degradando área protegida de matas ciliares do rio Taquari
CIDADES
SES orienta como se prevenir da Covid-19 durante visita aos cemitérios