04/10/2017 09h57

Produção em alta faz aumentar apreensões de maconha

 

A produção em larga escala de maconha em território paraguaio faz aumentar o número de apreensões no lado brasileiro da fronteira. Instituições policiais, tanto estadual quanto federal, apreenderam mais de 13 toneladas de maconha, na última semana, em Mato Grosso do Sul. O grande volume estaria atribuído não ao período de safra do cultivo do entorpecente no Paraguai - país responsável pela oferta ao mercado brasileiro, e sim, a intensificação nas ações dos setores da segurança pública.

Entre o dia 25 e esta segunda-feira (2), foram interceptados pelo menos 12,5 mil quilos de maconha, em rodovias que cortam o Estado. A maior apreensão, de 6,5 toneladas, ocorreu no quilômetro 454 da BR-163, em Campo Grande. A carga era levada em carreta de transporte de óleo vegetal.

Um dos últimos flagrantes no transporte de droga foi nesta segunda-feira (2), na MS-162, em Sidrolândia. Policiais rodoviários estaduais atuavam em fiscalização quando deram ordem de parada ao motorista de um automóvel Cruze, mas o homem não obedeceu e fugiu.

Houve perseguição e cerca de dois quilômetros depois o traficante perdeu o controle da direção e caiu com o carro em um barranco. Ainda assim, o criminoso conseguiu fugir a pé, em meio a matagal. Policiais constataram que o veículo estava lotado com tabletes de maconha, que totalizaram 1,2 tonelada.

De acordo com as polícias rodoviária estadual e federal a quantidade de maconha apreendida até agora já ultrapassava todo o volume do ano passado. Foram mais de 55 toneladas e 150 toneladas, respectivamente. Sem entrar no mérito da safra no país vizinho, o setor de comunicação da PRF atribui às apreensões trabalho de intensificação.

Apreensões acontecem nas mais diferentes formas e modus operandi do tráfico, como em carga de cereais Apreensões acontecem nas mais diferentes formas e modus operandi do tráfico, como em carga de cereais

Anuncie | Contato | Expediente | Política de Privacidade

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído. Copyright 2011 © Conesul News - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Lobo Tecnologia&Internet