Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020

“Quebra vidraças” é preso pelo DEFRON em Dourados

“Quebra vidraças” é preso pelo DEFRON em Dourados

24 novembro 2011 - 15h20
Douradosnews

Foi preso no último domingo (20) em Dourados por policiais da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira - DEFRON, Flávio Rosa de Matos, o “Matrix”, de 23 anos, por furtos em estabelecimentos comerciais no centro da cidade, par entrar nas lojas ele quebrava com uma pedra o vidro temperado que servia como vitrine do estabelecimento, ação conhecida popularmente como os “Quebra Vidraças”.

Os furtos identificados pelos policiais foram praticados por Matrix na madrugada do dia 17/11/, na loja “Cowboy Store”, onde foram furtadas roupas e calçados, e na madrugada do dia 18, na loja “775”, foram roubados vários relógios, bonés e sapatos, tendo como prejuízo o valor de R$ 10 mil.

Após a prisão de Matrix os policiais foram até uma boca de fumo, nominada “Boca do Nego Bruxo”, no local conhecido como “Favelinha do Cachoeirinha”, área invadida as margens do córrego, e localizaram os objetos furtados que foram trocados por drogas.

No local estavam alguns relógios e o sapato, alem de diversos objetos de outros furtos em residências, além disso foi encontrado sete porções de Crack que pesaram, Nego Bruxo dono da boca de fumo, conseguiu fugir do local e ainda não foi localizado.

Já com Wendel Luis Cunha, o Sapo, 24 anos, morador no BNH 4º Plano, os policiais encontraram outra parte dos relógios furtados, comprado por ele no valor R$300.

Matrix havia sido condenado pelo mesmo crime, mas no dia 11 deste mês ganhou o benefício do semiaberto e voltou a cometer o mesmo tipo de delito.

Flávio Rosa de Matos foi indiciado por furto qualificado e teve o benefício do semiaberto revogado pelo Juiz da Terceira Vara Criminal de Dourado e encontra-se recolhido na PHAC a disposição da justiça, Wendel Luis Cunha, o Sapo foi indiciado pelo crime de receptação e Nego Bruxo que até o momento não foi localizado, responderá pelos crimes de tráfico de drogas e receptação.

A DEFRON e o DOF disponibilizam o telefone 0800 647 6300 para denúncias, sempre considerando o anonimato.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
AGU: nível superior vale como comprovação em concurso para nível médio
Decisão saiu no Diário Oficial da União de hoje
NOTÍCIAS
Ozonioterapia ajuda na recuperação de onça ferida em incêndio no Pantanal
JUSTIÇA
Motociclista será indenizado por acidente devido ao rompimento de cabos
PONTA PORÃ
Policial Militar aposentado evita roubo