Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
CAMPANHA SETEMBRO 15 á 30/09/2020
TRÂNSITO

Rapaz e namorada morrem em colisão com caminhonete em avenida de Campo Grande

Vítimas foram arremessadas do veículo. Automóvel foi parar na guia do canteiro central.

07 agosto 2020 - 13h30Por G1MS

Um rapaz de 22 anos e a namorada de 17 morreram em acidente na manhã desta sexta-feira (07), na avenida Lúdio Martins Coelho, em Campo Grande. As vítimas estavam em uma motocicleta, pilotada pelo jovem, que se envolveu em colisão com uma caminhonete.

Segundo informações da Polícia Militar de Trânsito (PMTran), a caminhonete seguia pela Lúdio Martins Coelho, sentido bairro, e ao fazer uma conversão, e atingiu a moto que trafegava na mesma via, porém, em direção ao Centro.

Com o impacto, as vítimas foram arremessadas da moto e caíram distante uma da outra. A adolescente foi parar na calçada da avenida, a cerca de 30 de distância da moto, e o rapaz caiu bem perto de um bueiro.

Segundo testemunhas, a moto pegou fogo e as chamas foram controladas por pessoas que passavam pelo local. A caminhonete bateu a frente na guia do canteiro central da avenida, ficando atravessada na via. O trânsito ficou interditado no trecho do acidente e houve lentidão.

O motorista da caminhonete, de 86 anos, saiu ileso, mas a pressão subiu, ele passou mal, porém, não precisou ser encaminhado para atendimento médico. Ele disse aos policiais que parou na parada obrigatória para cruzar a via, viu a moto, porém achou que daria tempo de passar antes.

Conforme a polícia, o idoso não estava alcoolizado e a habilitação está em situação regular, assim como a da vítima que pilotava a moto. O Samu e a Polícia Militar de Trânsito estiveram no local.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Brasil é vítima de desinformação sobre meio ambiente, diz Bolsonaro
ANAURILÂNDIA
Infrator é autuado em R$ 6 mil por desmatamento ilegal de vegetação protegida para plantio de lavoura
PARAÍSO DAS ÁGUAS
Polícia Civil apreende 14kg de entorpecentes em hotel
NOTÍCIAS
Vendedores de imóvel devem restituir valor da entrada de contrato rescindido