Menu
Busca domingo, 26 de maio de 2019
PEDRO JUAN

Suposto agiota é executado enquanto cobrava dívida

28 abril 2019 - 07h40Por Luiz Guilherme

Foi executado na noite de sexta-feira (26/4), com três tiros, em Pedro Juan Caballero, João Carlos Soares Pinto da Silva, de 29 anos. Segundo a polícia paraguaia, ele é suspeito de ser agiota e teria sido assassinado durante uma cobrança de dívida.

O crime aconteceu quando João, que também alugava quitinetes, teria discutido com um homem de quem havia ido fazer uma cobrança. Conforme o registro policial, seis disparos foram realizados, mas apenas três acertaram João. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no hospital.

Na mesma noite, um adolescente de 15 anos também foi executado por dois rapazes, que acabaram presos em seguida ao crime.

Ceferiano Sanches Fretes de 25 anos e Freddy Cesar Ortiz Gonzales de 23, foram levados para a delegacia acusados do assassinato. Ceferiano seria o autor do disparo que matou o garoto.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Bolsonaro diz que Câmara votará porte de arma para produtor rural
POLÍTICA
Bolsonaro volta a defender mudanças na CNH e fim dos radares
NOVA ANDRADINA
Ciclista morre após ter a cabeça esmagada por carreta
MATO GROSSO DO SUL
Governador nomeia Fábio Rombi Defensor Público-Geral do Estado