Menu
Busca sábado, 18 de agosto de 2018
(67) 9.9973-5413
BANNER 1
CRIME AMBIENTAL

Usina suroenergética é multada em quase R$ 500 mil por incêndio em lavoura de cana

A empresa não possuía autorização do órgão ambiental para realizar o processo de queima

10 agosto 2018 - 16h15Por Da redação

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande receberam denúncias de que teria ocorrido um incêndio em áreas plantadas de cana-de-açúcar no município de Nova Alvorada do Sul. Segundo a denúncia, a empresa sucroenergética, com domicílio jurídico no município, seria a responsável por mandar funcionários atearem fogo nas áreas de lavouras em fazendas arrendadas.

De acordo com a PMA, os policiais foram ontem (9), ao local onde teria ocorrido o incêndio e perceberam a veracidade da denúncia. A queimada teria aconteceido nos dias 3 e 4 deste mês. As áreas queimadas medidas pelos Policiais com GPS, correspondem a 495 hectares, valor também esse da multa aplicada (R$ 495 mil).

A empresa proprietária da cana-de-açúcar não possuía autorização do órgão ambiental para realizar o processo de queima, até porque, existe uma norma que proíbe a queima controlada até o fim do mês de setembro.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
TSE publica registros e prazo para impugnar candidaturas é aberto
Luiz Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro já tiveram suas candidaturas contestadas no TSE
DE DOURADOS
‘Condenação social’ de pai de criança morta por agressão é questionada pela defesa
NOVELA
Fora do ar, ‘Deus Salve o Rei’ é reclassificada para maiores de 14 anos
CAMAPUÃ
Peão de rodeio morre após cair com cavalo em fazenda
Animal caiu em cima da vítima, que estava afastada das competições