Menu
Busca sexta, 07 de agosto de 2020

A mil dias da Copa, Dilma inspeciona obras do Estádio do Mineirão

16 setembro 2011 - 13h00
A mil dias da Copa, Dilma inspeciona obras do Estádio do Mineirão

Agência Brasil

A mil dias da Copa do Mundo de 2014, a presidente Dilma Rousseff e o ministro do Esporte, Orlando Silva, visitam hoje (16), às 10h30, as obras de revitalização do Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), em Belo Horizonte. O local está sendo reformado para receber jogos do Mundial.

Em seguida, ao meio-dia, na prefeitura da capital, a presidente e o ministro participam da cerimônia de anúncio de investimentos no metrô. A obra faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC). Às 13h45, a presidenta deixa Belo Horizonte com destino a Brasília.

À noite, no Palácio da Liberdade, o ministro Orlando Silva participa da inauguração do relógio de contagem regressiva para a Copa de 2014.

Em Brasília, o início dos mil dias vai ser comemorado com shows, projeções, intervenções de grafismo e balonismo. Os quase 2 quilômetros de tapume que cercam as obras do Estádio Nacional serão grafitados por 100 artistas, que trabalharão em grupos de cinco pessoas. Artistas regionais e nacionais farão apresentações musicais. À noite, serão apresentadas projeções na cúpula do Museu da República e em painéis no Ginásio Nilson Nelson. Além das imagens voltadas ao espetáculo do futebol, um vídeo institucional sobre a campanha de Brasília para ser a sede de abertura do Mundial será exibido nos dois monumentos.

Faz parte ainda das comemorações uma iluminação especial em verde e amarelo, que enfeitará monumentos públicos como a Esplanada dos Ministérios, o Memorial JK, a Ponte JK, a Catedral e a Torre de TV. Balões em formato de bola e da bandeira do Brasil circularão pelo céu da cidade durante a festa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTÍCIAS
Indevidos danos morais em acidente de trânsito sem prova da culpa
BONITO
Polícia Militar Ambiental de Bonito autua jovem de 23 anos por incêndio em madeira, raízes e galhadas de árvores derrubadas em sua propriedade
PEDRO GOMES
Polícia Militar Ambiental de Coxim autua empresa paulista em R$ 320 mil por desmatamento ilegal de vegetação em área protegida em sua fazenda
NOTÍCIAS
Julgamentos do 2º grau do Judiciário de MS crescem 7% em julho