Menu
Busca sexta, 07 de agosto de 2020

Álvaro Soares foi o entrevistado do Programa FM em Noticias da 91.5

20 setembro 2011 - 19h16
Álvaro Soares foi o entrevistado do Programa FM em Noticias da 91.5

Redação (TP)

Álvaro Soares, pré-candidato a prefeitura de Ponta Porã, pelo PR, Partido da República, esteve nos estúdios da rádio 91.5 FM Cerro Corá e em entrevista ao jornalista Tião Prado falou sobre seu futuro político.

Visando projetos importantes para o futuro, Álvaro Soares filiou-se no PR devido sua estreita ligação com o deputado Girotto e seguindo suas orientações, encaminhou seu projeto para 2012, através da legenda do PR, frisando ainda sua amizade com o deputado Londres Machado, e assim, assumindo a presidência do partido em Ponta Porã. “ Nós já temos um parceiro muito forte que é o PTB, que está recebendo a vereadora Lourdes Monteiro, para que possamos caminhar juntos”, destacou Soares.

No começo do ano havia uma perspectiva do candidato se filiar ao democratas, sendo inclusive convidado pelo Eduardo Campos, pelo deputado Mandetta, mas Álvaro frisou que já tinha um compromisso com o deputado Girotto, mas que pretende continuar dialogando com o democratas para que este faça parte desse projeto político que está sendo desenvolvido, mesmo Campos tendo colocado seu nome a disposição para a prefeitura, é importante manter a conversação de apoio.

Falando sobre o apoio que recebeu ao sair candidato a deputado estadual, Soares disse que cada eleição é uma eleição e em 2010 houve um projeto a nível estadual e agora é municipal e cada apoiador tem o seu partido, sendo que pretende continuar buscando e dialogando com essas lideranças para que se possa somar fazendo parte tanto da eleição quanto do futuro governo.

“ Estamos organizando a lista de vereadores pelo PR e o PTB hoje já conta com a chapa completa de homens e mulheres e o PR caminha para o mesmo rumo. O PR tinha um outro comando em Ponta Porã e quando o partido muda de comando, é natural a saída de alguns membros e chegamos ao PR por nos oferecer o espaço ideal para que possamos concluir o projeto para 2012. Campo Grande faz parte, agora a decisão básica nasceu de Ponta Porã para que pudéssemos buscar o partido e eu entendi que era o melhor caminho junto com meus companheiros”, falou Álvaro.

Continuando falando sobre o apoio recebido, o jornalista questionou o apoio do empresário Claudinho, onde o candidato destacou que todos os companheiros foram importantes, que são amigos, mas que não se falaram pessoalmente após os rumores de um provável desligamento. “ Eu sou bem democrático, aquele que está conosco hoje e tomar a decisão de partir para um outro projeto, é um direito que lhe assiste, mas nem por isso perderemos o respeito e a amizade, que é o caso do Claudinho. Tenho o maior carinho por ele, pela Sudalene e sou grato a ele e isso eu falo em todo lugar”, destacou o candidato.

Nesse momento, o empresário que estava ouvindo o programa mandou o seguinte comentário via facebook: “ Olha, a minha mágoa com o Álvaro é por ele ter me atropelado em Campo Grande com o PR, sabendo que eu e a Sudalene estávamos pleiteando o PR, mas continuarei torcendo por ele e como pessoa continuarei sendo amigo do Álvaro, mas como político, não estarei ao seu lado”.

Soares disse que jamais falaria mal do empresário pois tem uma grande gratidão pelo apoio recebido, destacando que na política assim como nos negócios, as vezes se acha por bem cada um seguir o seu caminho.

Em se tratando de coligações, o entrevistado falou sobre a coligação PR/PT, dizendo que o partido está de portas abertas para o diálogo com todas as siglas e finalizando o pré candidato agradeceu a oportunidade dizendo que em política tem-se que ter acima de tudo, o respeito pelas pessoas, sendo liderança ou não e acima de tudo, o objetivo e discutir e estudar os problemas que afligem a comunidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTÍCIAS
Indevidos danos morais em acidente de trânsito sem prova da culpa
BONITO
Polícia Militar Ambiental de Bonito autua jovem de 23 anos por incêndio em madeira, raízes e galhadas de árvores derrubadas em sua propriedade
PEDRO GOMES
Polícia Militar Ambiental de Coxim autua empresa paulista em R$ 320 mil por desmatamento ilegal de vegetação em área protegida em sua fazenda
NOTÍCIAS
Julgamentos do 2º grau do Judiciário de MS crescem 7% em julho