Menu
Busca sexta, 05 de março de 2021

CPI das Construtoras cria e-mail para denúncias e sugestões

22 setembro 2011 - 15h00
CPI das Construtoras cria e-mail para denúncias e sugestões

Midiamax

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) das Construtoras iniciará os trabalhos na próxima quarta-feira (28) e para que haja agilidade e dinamismo no processo de investigação de um suposto esquema de construtoras para fugir das obrigações trabalhistas, o presidente da comissão, deputado Maurício Picarelli (PMDB), informa que denúncias e sugestões podem ser enviadas ao e-mail: cpiconstrucaocivil@hotmail.com, criado nesta semana.

Na sessão da última terça-feira (20), Picarelli escolheu Onevan de Matos (PSDB) para ser o relator da comissão. Já o deputado Antônio Carlos Arroyo (PR) será o vice-presidente da CPI das Construtoras.

Esta semana já está sendo formada a equipe técnica para acompanhar os trabalhos da CPI. Documentos das construtoras também estão sendo solicitados.

Conforme o presidente da comissão, tudo que for aprovado será encaminhado para as entidades responsáveis. Ele lembra que a CPI surgiu de denúncias de trabalhadores que foram contratados e demitidos poucos dias depois sem receber os direitos trabalhistas.

Já o relator, Onevan de Matos, ressalta que “tudo que for irregularidade, a Assembleia Legislativa vai buscar apurar”.

Os deputados Junior Mochi (PMDB) e Cabo Almi (PT) também integram a comissão, que tem prazo de funcionamento de 120 dias, prorrogável por mais 60. Ela possui poderes de investigação semelhantes aos das autoridades judiciais e pode exigir documentos, intimar pessoas e requisitar informações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL E PARAGUAI
Forças de Segurança estreitam relações para combater a criminalidade na fronteira
CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Batayporã autua mulher de 40 anos por maus tratos a cachorro
BOLETIM COVID
SES registra 23 novos óbitos por Covid, e MS já acumula 3.416 vidas perdidas
SAÚDE
Ocupação elevada de UTIs pode aumentar média de vítimas de covid-19