Menu
Busca quinta, 27 de junho de 2019
SEGUNDO MANDATO

Definidos os nomes do segundo escalão para 2ª gestão de Reinaldo; Detran tem interino no cargo

13 janeiro 2019 - 09h00Por Da Redação

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) divulgou ontem (12/1), em edição suplementar do Diário Oficial do Estado, os nomes que vão compor o segundo escalão em seu novo mandato.

Bruno Wendling ficará à frente da Fundtur (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul), a Funtrab (Fundação do Trabalho) terá o comando de Clistiano Fernandes Alves, a Funsau (Fundação de Serviços de Saúde), fica com Márcio Eduardo de Souza Pereira e a Fundesporte (Fundação do Desporto e Lazer) continua com Marcelo Miranda.

O Detran (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), será comandado interinamente pelo diretor-adjunto, Francisco Libório Silveira e a Fertel (Fundação Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul), segue com o jornalista Bosco Martins.

A expectativa é que o diretor-presidente da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), Luiz Calos Rocha, assuma do departamento de trânsito. 

A Fundac (Fundação de Cultura) será comanda por Carine Beatriz Giaretta.

A Escolagov (Fundação Escola de Governo) será presidida por Wilton Paulino Junior. A então subsecretária de Políticas Públicas para as mulheres, Luciana Azambuja Roca, será responsável pela Subsecretaria de Estado de Cidadania. Já a Subsecretaria de Políticas Públicas para a População Indígena segue com Silvana Albuquerque. O mesmo acontece com a Agehab (Agência Estadual de Habitação Popular), comandada por Maria do Carmo Avesani Lopes. O diretor-presidente da AEM (Agência Estadual de Metrologia) será Nilton Pinto Rodrigues.

Aud de Oliveira Chaves continua à frente da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário). Helianey Paulo da Silva, ex-diretor-presidente da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), foi lotado na Segov.

André Nogueira Borges foi confirmado na Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) e Luciano Chiocheta permanece na Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal).

O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) continua com Ricardo Eboli e a Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul) fica sob o comando de Augusto César Ferreira Castro. (Com informações Midiamax)

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Fiocruz vai produzir antirretroviral para o SUS em agosto
LEGISLATIVO MS
Projeto em MS quer conscientizar uso de água
INFLUENZA
Gripe volta a matar e dois novos óbitos são registrados em MS
BRASIL
CCJ do Senado aprova texto que criminaliza abuso de autoridade