Menu
Busca terça, 07 de abril de 2020
POLÍTICA

Deputados estaduais prometem seguir Bolsonaro na possibilidade de saída do PSL

09 outubro 2019 - 14h30Por Da redação

Os deputados estaduais do PSL em Mato Grosso do Sul, Carlos Alberto David e Renan Contar, garantem que seguirão o presidente Jair Bolsonaro caso sua saída do partido se confirme. As afirmações foram dadas ao Campo Grande News após repercussão de crise na relação do chefe do executivo nacional com o partido.

Atual presidente municipal da legenda em Campo Grande, Contar disse ter “muito carinho” pelo PSL, mas que seu partido “é o Brasil”.

“Eu sigo um ideal de patriotismo e meus valores, então, vou seguir o meu líder. Se ele sair, eu vou seguir ele”, revelou, durante sessão desta quarta-feira (9), na Assembleia Legislativa.

Conforme o site, David, que, além de não ter cargos nos diretórios do partido, carrega histórico de desavenças com companheiros de PSL – caso da senadora Soraya Thronicke –, disparou que “se Bolsonaro sair, vou junto”.

“Sempre destaquei isso, que sigo meu líder, que é Jair Messias Bolsonaro, pelo qual sou leal e grato, diferente de algumas pessoas que não são”, respondeu.

A possível saída de Bolsonaro da legenda foi deflagrada após o presidente dizer para um pré-candidato do PSL em Recife (PE) “esquecer o partido”.

Bolsonaro completou para o apoiador “esquecer o Bivar”, se referindo ao deputado federal Luciano Bivar (PE). O parlamentar é citado em suposto esquema de “candidatos laranjas” durante as eleições de 2018, caso que derrubou Gustavo Bebianno, presidente do PSL na época, da secretaria-geral da Presidência.

Em reportagem publicada pelo G1, Bivar disse que Bolsonaro “já está afastado” da legenda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Coronavírus: SES realiza a distribuição de testes rápidos para todos os municípios de MS
POLÍCIA
Caminhão com 450 mil maços de cigarro é apreendido em Caarapó
CIDADES
MS tem segunda pior taxa de isolamento do País e governador reforça pedido para população ficar em casa
GERAL
Saúde recomenda uso de máscaras por toda população