Menu
Busca terça, 01 de dezembro de 2020

Dirceu participa de reunião com ministro da Agricultura

Dirceu participa de reunião com ministro da Agricultura

09 janeiro 2012 - 09h46
Divulgação (TP)

O prefeito Dirceu Lanzarini participou na última sexta-feira, 06, da reunião para tratar sobre o combate a Febre Aftosa na fronteira, realizada na cidade de Ponta Porã onde estiveram presentes o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho e representantes do Governo Estadual e dos municípios que fazem fronteira com o Paraguai.

O ministro esteve em Ponta Porã onde acompanhou o trabalho de fiscalização feito na região da fronteira e logo após realizou uma reunião com os produtores da região onde junto com a secretária de produção do estado, destacaram os recursos que serão investidos no estado para o controle da Febre Aftosa. A notícia da detecção de um foco de Febre Aftosa a menos de 180 Km da fronteira, ganhou destaque e fez com que as autoridades tomassem medidas de prevenção para garantir a qualidade da carne bovina do estado.

Mato Grosso do Sul possui 850 quilômetros de fronteira seca com o Paraguai e 22 milhões de cabeças de gado. O setor pecuário do estado é um dos mais importantes do Brasil, segundo o IBGE, MS é o 3° estado no Brasil em abates de bovinos no último trimestre de 2011, sendo mais de 700 mil cabeças de gado abatidas nesses meses.

O prefeito Dirceu Lanzarini fez questão de participar do encontro para atentar para a situação do controle da Febre Aftosa na região. “A pecuária em Amambai é uma das principais atividades desenvolvidas no município e é preciso que haja condições adequadas de segurança, principalmente para o transporte do gado” disse o prefeito.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LAGUNA CARAPÃ
Caminhão que seguia para Campo grande com mais de seis toneladas de maconha foi apreendido pelo DOF
PROPINA DIFERENTE
Traficante Minotauro usou canetas de US$ 900 para pagar propina a agentes paraguaios, afirma MPF
ECONOMIA
Seis milhões de pessoas pediram empréstimo na pandemia, diz IBGE
CORONAVÍRUS
Falta de leitos de UTI coloca em risco população de Dourados, diz secretário