Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020

Em Dourados, mulher de Marçal quer disputar prefeitura pelo PSC

Em Dourados, mulher de Marçal quer disputar prefeitura pelo PSC

25 janeiro 2012 - 10h15
Divulgação (TP)

A cúpula nacional do PSC (Partido Social Cristão) esteve reunida no último dia 17 em Campo Grande, no Grand Park Hotel, para um encontro regional que garantiu a pré-candidatura da jornalista Keliana Fernandes, esposa do deputado federal Marçal Filho (PMDB), à Prefeitura de Dourados.

O presidente nacional do partido, Pastor Everaldo Dias Pereira, o presidente de honra no Estado, o primeiro suplente de senador, Professor Pedro Chaves, e o presidente estadual, Wilson Dallas, estavam presentes.

No encontro foram divulgadas as metas do partido para 2012, segundo o presidente, o partido tem condições de eleger 300 prefeitos e 4 mil vereadores em todo Brasil. Para ele as expectativas são grandes,”não estamos olhando o tamanho do partido, estamos olhando para os nosso militantes, para o potencial de quem está dentro da sigla. Nós acreditamos nos membros do PSC”, declarou otimista o Pastor Everaldo.

Questionado sobre Dourados o presidente disse que o município tem chances reais de lançar a candidatura de Keliana Fernandes e chegar com sucesso ao fim da disputa em outubro deste ano. Segundo ele não há nenhum empecilho ou qualquer tipo de compromisso político que impeça o PSC de lançar esta candidatura. Pedro Chaves, que é o primeiro suplente do senador Delcídio do Amaral, deixou claro que o seu compromisso é com o partido e que no depender do seu trabalho o apoio está ratificado, independente de alianças anteriores ou até futuras.

“A minha candidatura é algo que não tem volta. É muito importante receber o apoio da presidência nacional, afinal, ninguém consegue, de fato, vencer sozinho. Estou muito feliz com a postura do PSC e com o compromisso do nosso grande político Pedro Chaves. Quando estivermos na prefeitura queremos fazer uma administração transparente e a minha vinda para o partido já é o início deste trabalho. Diferentes de como as coisas estavam acontecendo dentro do PMDB, tenho confiança as ações do partido”, declarou Keliana.

Diversas lideranças regionais participaram do evento, Rio Negro, Campo Grande, Dourados, Sonora, Cassilândia e Água Clara também enviaram os principais representantes para o debate. Além do assentimento a todos os membros e municípios que decidam disputar o próximo pleito, o presidente falou da organização do partido e de algumas mudanças que devem ocorrer.

Uma delas diz respeito aqueles que estão insatisfeitos com os ideais do PSC. Estes estão sendo convidados a deixar o partido sem que haja qualquer tipo de prejuízo ao mandato.

“Como cristãos que somos não fizemos ou vamos fazer qualquer jogo político, nem aplicaremos penalidade, damos apenas a abertura para quem não está de acordo com o estatuto, ou não tem interesse em permanecer, sair sem nenhuma retaliação”, explicou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR 267
Polícia Militar intercepta e apreende duas caminhonetes que seriam utilizadas pelo crime organizado na região de fronteira
ECONOMIA
Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro
PONTA PORÃ
Polícia Civil prende mulher que forjou o sequestro do próprio neto
JUSTIÇA
Réus condenados no Tribunal do Júri têm recurso negado