Menu
Busca terça, 19 de janeiro de 2021

Marçal diz que pré-candidatura é pra valer e cobra empenho de Puccinelli

Marçal diz que pré-candidatura é pra valer e cobra empenho de Puccinelli

21 maio 2012 - 16h42
Midiamax

Uma semana depois de ser escolhido para concorrer à Prefeitura de Dourados pelo PMDB, o deputado federal Marçal Filho inicia a busca por aliados. O parlamentar ratificou que sua pré-candidatura é pra valer e afirmou que espera o empenho do governador André Puccinelli (PMDB) nas articulações com os outros partidos.

Devido os atrasos na divulgação do pré-candidato do PMDB no município, Marçal terá que correr contra o tempo para angariar o maior número de aliados até a convenção da legenda. “Estamos conversando com os partidos. Neste final de semana iremos nos reunir para definir a data da nossa convenção e até lá vamos dialogar com os partidos”, comentou.

Ciente da falta de tempo, Marçal revelou que já conversou com PDT, DEM, PSC, PSL, PTdoB e PSDB em busca de apoio. “Foram as primeiras conversas, esses partidos ainda não fecharam com ninguém. Ainda é muito recente a escolha do nosso nome e eu estou procurando mais partidos para apresentar nossas propostas”, pontuou.

Para atrair o apoio de mais legendas, o deputado espera que Puccinelli entre na corrida pelos aliados. “É essencial que ele entre. Foi ele quem selou minha candidatura e por isso esperamos gestos concretos. Um exemplo de gesto concreto está nisso, nas conversas com os partidos”, declarou.

O parlamentar também comentou que as eleições municipais deste ano terão reflexos na corrida pela sucessão de Puccinelli, em 2014, e cobrou o apoio efetivo dos líderes do PMDB na campanha. “Uma eleição tem haver com a outra”, pontuou Marçal, destacando a presença do senador Waldemir Moka (PMDB) e do prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), no encontro que oficializou sua pré-candidatura.

O pré-candidato também afastou qualquer possibilidade de não disputar o comando do segundo maior colégio eleitoral de Mato Grosso do Sul. “É uma estratégia de tentar espalhar que minha candidatura não é pra valer, é uma estratégia de quem está do outro lado, mas o que eu posso garantir é que nossa candidatura é sim para valer”, assegurou.

Após definido os partidos aliados, o pré-candidato afirmou que a legenda poderá realizar pesquisa qualitativa e quantitativa para definir o vice da chapa encabeçada pelo PMDB. “Nossa escolha é recente e ainda estamos conversando com os partidos, é muito cedo para definir o vice, mas eu também não descarto a pesquisa”, disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Saúde alerta sobre ligações e SMS falsos de cadastro para vacinação
IMUNIZAÇÃO
Primeiros imunizados contra Covid-19 relatam emoção e encorajam população
REGIÃO
Administrador de empresas é autuado por desmatamento ilegal
SAÚDE
Distanciamento continua fundamental, mesmo com vacinação, diz Opas