Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020

Presidente do TCE/MS reitera integração entre os poderes e instituições

19 agosto 2011 - 14h00Por Fonte: Matéria
Declaração foi durante formatura de oficiais PM





O conselheiro presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE/MS), Cícero Antonio de Souza patrono da turma de formandos do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais da Polícia Militar 2011, reiterou que “a Corte de Contas e sua estrutura estão a disposição de todos os poderes e instituições interessados na capacitação dos seus funcionários, que venham contribuir no desenvolvimento do Estado de Mato Grosso do Sul”.



Tal afirmação ocorreu nesta terça-feira (16.08), à noite na sede do CREA/MS, após o conselheiro presidente receber uma placa em homenagem e agradecimento da turma de 57 capitães da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar que concluíram o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais e Especialização em Gestão de Segurança Pública (CAO 2011), sediado pela Escola Superior de Controle Externo (Escoex).



Ao discursar o presidente disse que já sentia saudades da turma de jovens oficiais, e que não se considerava o patrono, mas um amigo. “Vamos continuar a fazer o curso em nosso Estado, e para isso precisamos compartilhar. As coisas grandes não se fazem com avareza, nem com despotismo. Para ele, os três principais anseios da sociedade são a Saúde, Educação e a Segurança, daí a importância no investimento e capacitação dos nossos servidores”, concluiu.



Cícero de Souza também teceu elogios ao 1° tenente PM, Wenzel de Brito Fernandes, nome da turma e afastado do curso por ser vítima de uma bala em serviço. “Você é um homem vitorioso e exemplo para aqueles que estão por vir, tendo ainda, muito que contribuir na formação dos jovens oficiais e junto aos seus familiares”, afirmou. Ele ainda entregou 11 dos 57 certificados de conclusão aos oficiais, entre eles, ao capitão Admilson Cristaldo Barbosa, ajudante de ordem na Assessoria Militar do TCE/MS.



A vice-governadora, Simone Tebet, o comandante geral da PMMS, Cel. Carlos Davi, mestres e formandos em seus discursos manifestaram ao presidente o agradecimento na disponibilidade do espaço da Escoex, bem como, o tratamento dispensado pelos servidores da Corte de Contas.



Parceria – Segundo a vice-governadora em anos anteriores, o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais, tanto para policiais e bombeiros era realizado em outros Estados da Federação, por um período de no mínimo seis meses. “Os transtornos causados eram os mais variados possíveis na vida particular e profissional, haja vista o tempo em que o Oficial tinha que permanecer longe do convívio familiar e conseqüentemente do serviço, o prejuízo estendia-se até a população sul-matogrossense que vez por outra, momentaneamente ficava com falhas no efetivo que compõe a Polícia Militar, além dos gastos com passagens, hospedagem, alimentação e diárias pagas pelo Estado”, acrescentou o Cel. Carlos Davi.





A solenidade de formatura contou ainda com as presenças de diversas autoridades, entre elas o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini; o Cel. BM Ociel Ortiz Elias, comandante geral do Corpo de Bombeiros; o Cel. PM Luiz Altino Nascimento, chefe da Divisão de Ensino da PM3; o arcebispo Dom Vitório Pavanelo; o coordenador pedagógico do curso, Agenor Matiello, Cel. José Augusto de Castro Bernardes, chefe da Assessoria Militar do TCE/MS, e o assessor jurídico da presidência do TCE/MS, Denis Peixoto Ferrão Filho. Na oportunidade os formandos receberam os seus certificados de conclusão, e também prestaram homenagens e agradecimentos.





Luiz Junot MTE/MS 99

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
MS registra 479 novos casos de Covid-19 e faixa etária de 30 a 39 anos é a mais afetada
AQUIDAUANA
Polícia Militar Ambiental autua infrator em R$ 2,3 mil por incêndio em leiras de vegetação proveniente de limpeza
ECONOMIA
Decisão do STF evita perda na arrecadação de R$ 1,2 bilhão, diz Reinaldo Azambuja
DOURADOS
Homem invade casa, tenta estuprar jovem e é detido por populares