Menu
Busca segunda, 18 de janeiro de 2021
YARIS-DS DOURAMOTORS - JANEIRO 2021
ORDEM DO DIA

Vítimas de violência podem ser inclusas nos cadastros habitacionais

02 dezembro 2020 - 12h00Por ALEMS

Durante a Ordem do Dia desta quarta-feira (2), os deputados estaduais da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) apreciaram e aprovaram três matérias, em segunda discussão, e por unanimidade. O Projeto de Lei 166/2019, de autoria do deputado Marçal Filho (PSDB), que altera o inciso III do parágrafo único do artigo 3º da Lei 4.617, de 22 de Dezembro de 2014, que trata da publicidade e transparência dos cadastros de programas habitacionais e sociais no Estado, foi aprovado e segue à sanção. Com a mudança, serão também incluídas em situação de vulnerabilidade as mulheres vítimas de violência doméstica e familiar. Marçal Filho é autor de duas matérias aprovadas nesta manhã - Foto: Luciana Nassar/ALEMS

O autor da matéria agradeceu a votação unânime. “Agradeço a votação favorável e elogios ao meu projeto que busca que busca aprimorar a publicidade e transparência no sorteio das habitações populares. Não há possibilidade de fraude no sorteio, mas ainda há dúvida,  e a mudança na lei promoverá ainda mais segurança às pessoas, de forma que os sorteios não sofram nenhuma fraude, e as casas cheguem a quem realmente precisa”, informou.

O deputado estadual Renato Câmara (MDB) relatou que este é um assunto em que os parlamentares são frequentemente abordados e cobrados por toda a sociedade. “Por onde passamos as pessoas sempre nos questionam sobre isso, sobre todo o processo, como é feito o sorteio, quem é preferencial a conseguir antes do outro cadastrado. E essa transparência, com mais um item adicionado, é muito importante para dar confiabilidade no processo de seleção”, ressaltou.

A outra proposta, também aprovada por unamididade, de autoria de Marçal Filho, é o Projeto de Lei 195/2020 que institui no Estado o “MS Acessível”, uma Semana Estadual dedicada à Conscientização da Acessibilidade às Pessoas com Deficiência ou com Mobilidade Reduzida, que será realizada anualmente na terceira semana de setembro. O MS Acessível tem o objetivo de promover a inclusão das Pessoas com Deficiência ou com Mobilidade Reduzida, para que tenham a garantia do acesso aos locais públicos e privados, mercado de trabalho, cultura, esporte, lazer, educação e saúde.

Por fim, foi aprovado o Projeto de Lei 62/2020, do deputado Antônio Vaz (Republicanos), que dispõe sobre implementar protocolos de prevenção e acolhimento aos casos de violência doméstica contra mulheres e crianças durante o estado de calamidade decretado em razão da pandemia da Covid-19. A matéria segue para sua última votação em plenário, a Redação Final.

Acordo de líderesPaulo Corrêa agradece aos parlamentares o esforço concentrado para limpar a pauta - Foto: Luciana Nassar/ALEMS

O presidente Paulo Corrêa (PSDB) conduziu o acordo de líderes para a inclusão na pauta e tramitação dois projetos, ainda este ano. O Projeto de Lei 226/2020, de autoria do Poder Executivo, e o Projeto de Lei Complementar 6/2020, de autoria do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul.

“Agradeço o esforço concentrado que será feito até a última sessão deste ano. E destaco que o tudo será feito com a maior clareza do mundo para que todos os deputados e a população sul-mato-grossense saiba o que está sendo votado aqui na Casa de Leis”, informou Paulo Corrêa.

Moção de Congratulação

Apresentada inicialmente pelo deputado Coronel David (Sem Partido), a Moção de Congratulação ao Jornal O Estado de Mato Grosso do Sul, será encaminhada em nome da Casa de Leis. “Há 18 anos o Jornal O Estado enriquece a imprensa de Mato Grosso do Sul, trazendo informação de qualidade a todos”, considerou David.

Coronel David também relatou a visita da secretária nacional da Mulher, Cristiane Britto, à Casa de Mulher Brasileira. “Enquanto presidente da Comissão em Defesa dos Direitos da Mulher e Combate a Violência Doméstica e Familiar, da Casa de Leis, junto a subsecretária de Políticas Públicas para a Mulher [SECC], Luciana Azambuja, recepcionamos ontem Cristiane Britto, que veio conhecer a ação coordenada e integrada que é executada na Casa da Mulher Brasileira. Ela trouxe boas notícias de investimentos do Governo Federal, para que as ações necessárias sejam implementadas e amplidas”, estacou.

Covid-19

O deputado Professor Rinaldo (PSDB) apresentou moção de pesar a mãe do funcionário da Assembleia Legislativa, Gildo de Oliveira Silva. “Ela faleceu devido à Covid- 19, e ontem o Gildo Silva precisou ser internado às pressas, e já está intubado. A situação é muito grave, não há vagas nos hospitais, foi muito difícil conseguir um lugar para ele. Além da falta de vagas nos hospitais, não haverá mais dinheiro no Brasil para ajudar a todos, a população precisa de conscientizar da gravidade desta pandemia”, declarou.

O presidente da ALEMS, deputado Paulo Corrêa, concorda com a fala de Professor Rinaldo sobre a atitude das pessoas frente a pandemia. “Essa doença é uma coisa muito grave, e as pessoas não estão levando a sério. Pedimos a população para manter o distanciamento, usar máscara, álcool gel, aparentemente não compreendem isso. Se não houver conscientização da população, não há forma alguma de nenhum governante controlar o poder de contágio desta doença”, disse.

IndicaçãoPedro Kemp solicitou revisão de taxas cobradas pelo Detran-MS - Foto: Luciana Nassar/ALEMS

O deputado Pedro Kemp (PT) apresentou indicação que pode beneficiar os consumidores sul-mato-grossenses que possuem veículos. “Frente a tanto aumento, de energia elétrica, de alimentos, e outros que estamos enfrentando nesta época de pandemia, eu gostaria que fosse revisto pelo Departamento de Trânsito do Mato Grosso do Sul [Detran-MS], os valores cobrados nas taxas para emplacamento, vistoria de veículos e primeiro registro, já que aqui no Estado estas taxas estão entre as maiores do País. É injustificável sejam tão altas. Encaminho ao Poder Executivo este pedido para alteração na lei existente”, relatou.

Serviço

As sessões ordinárias acontecem às terças, quartas e quintas-feiras, a partir das 9h. Com parte dos parlamentares no Plenário Júlio Maia, seguindo todas as normas de biossegurança necessárias, e o restante de forma remota, as sessões mistas da Casa de Leis são transmitidas ao vivo com a votação de todas as propostas que tramitam na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul pelo canal 9 da Claro Net TV, TV ALEMS, Youtube, Facebook, Rádio ALEMS ou aplicativo Assembleia MS (Android/iOS).

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford
EDUCAÇÃO
Enem 2020: confira hoje a correção das provas ao vivo
BRASIL
Mesmo com vacina, vitória sobre coronavírus passa por 'mudança de comportamento social'
Antônio Barra Torres deu declaração ao abrir reunião da Anvisa que analisa pedidos de uso emergencial de duas vacinas contra Covid-19
SAÚDE
Ocupação de leitos em UTI Covid continua alta nas cinco macrorregiões do Estado