Menu
Busca quarta, 25 de novembro de 2020

Corpo de Bombeiros tem seu efetivo de militares reduzido

Corpo de Bombeiros tem seu efetivo de militares reduzido

09 novembro 2011 - 14h00
A Gazetanews


Amambai vive um grande problema com relação ao seu batalhão do Corpo de Bombeiros. Hoje na companhia amambaiense o efetivo total de militares que realizam os mais diversos serviços de atendimentos à população é de 14 bombeiros.

Na semana passada, a população sentiu os efeitos desse número ínfimo de militares que realizam os serviços de socorro em Amambai. Ao atenderem a uma ocorrência de acidente envolvendo uma motocicleta e uma carreta, os militares da guarnição que realizaram o atendimento às vítimas tiveram a necessidade de trancar o prédio do Corpo de Bombeiros por falta de efetivo para guarnecer o local.

Por Amambai cobrir uma área com aproximadamente 96 mil pessoas, abrangendo os municípios de Tacuru, Sete Quedas, Paranhos, Aral Moreira e Coronel Sapucaia, o número mais próximo ao ideal para suprir essa necessidade operacional seria de 56 militares.

Amambai conta com uma defasagem de 42 militares em seu quadro efetivo. Em conversa por telefone com o jornal A Gazeta, o comandante do 4° Grupamento de Bombeiros de Ponta Porã, ao qual Amambai é subordinado, coronel Marcos de Souza Meza, explicou o problema de falta de efetivo.

Devido ao grande número de ocorrências registradas na cidade de Caarapó, houve a necessidade da instalação de uma unidade de resgate na cidade, causando a transferência de vários militares para esta nova unidade, originando a defasagem em algumas outras unidades de salvamento.

O comandante disse também se comprometer a mandar novos militares para Amambai, não para resolver o problema, mas para dar um auxílio ao Corpo de Bombeiros da cidade.

“Prometo disponibilizar para a população amambaiense mais dois militares, um 3°-sgt. e um sd., até a segunda-feira da semana que vem; mesmo sabendo que esses dois militares não vão solucionar o problema da falta de efetivo, espero aliviar os militares que estão se desdobrando para atender toda a população”, disse o coronel Meza.


Deixe seu Comentário

Leia Também

DIREITOS HUMANOS
Mídia é parceira no combate violência para mulher, dizem especialistas
JUSTIÇA
2ª Câmara Criminal mantém sentença de condenado por tráfico de drogas
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda e cai a R$ 5,32
REGIÃO
Polícia Militar prende autor de ameaça com simulacro em Paranaíba