Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020

Após sobrevoos, governo de MS e União terão nova perspectiva para recuperação do Taquari

22 dezembro 2015 - 09h00Por Notícias MS
Em esforço conjunto, o Governo de Mato Grosso do Sul, a União e o Governo de Mato Grosso concluem até março de 2016 um estudo preliminar que irá subsidiar o estabelecimento de ações estaduais e federais a curto, médio e longo prazo para a conservação da Bacia do Paraguai no âmbito de toda a sua extensão em território brasileiro e medidas específicas para dar solução ao assoreamento e recuperar o Rio Taquari.

Na semana passada, de 14 a 18 de dezembro, técnicos da Agência Nacional de Águas (ANA) e do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) sobrevoaram a região pantaneira no Estado, levantaram dados e fizeram registro fotográfico dos rios da Bacia do Pantanal e principalmente do assoreamento do Rio Taquari. Poucos dias antes, esse mesmo trabalho foi realizado no Mato Grosso, pela ANA e o órgão ambiental daquele estado.

No sábado (19), foi realizado o último sobrevoo, desta vez com a presença do secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Elias Verruck, da diretora da ANA, Gisela Forattini, da Secretária de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente, Ana Cristina Barros e de Daniele Coelho Marques, técnica da Famasul, membro do Grupo de Acompanhamento do Plano de Recursos Hídricos da Região Hidrográfica do Paraguai (GAP) e integrante do Conselho Estadual de Controle Ambiental (CECA).
Acompanharam ainda, Sérgio Rodrigues Ayrimoraes, Superintendente de Planejamento de Recursos Hídricos da ANA e Thiago Henriques Fontenelle, especialista em Recursos Hídricos e navegador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Governo do Estado forma 206 novos sargentos da Polícia Militar
EDUCAÇÃO
Enem: estudantes têm até 1º de outubro para inserir foto no cadastro
PANDEMIA
Coronavírus continua avançando em MS, com mais de 1,2 mil óbitos registrados
ECONOMIA
Desemprego subiu 27,6% em quatro meses de pandemia