Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020

Chuvas fortes em dezembro afetaram 67 mil pessoas no Estado

Chuvas fortes em dezembro afetaram 67 mil pessoas no Estado

17 dezembro 2015 - 07h30Por Correio do Estado
A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul (CEDEC) divulgou balanço na tarde desta quarta-feira (16) indicando que 67 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas que caíram no Estado nos primeiros 15 dias de dezembro.

As áreas mais atingidas ficam na região Sul e de acordo com boletim da CEDEC, os moradores de Bela Vista e Itaquiraí, respectivamente, 324 quilômetros e 404 quilômetros de Campo Grande, foram os que sofreram mais.
A população de Bela Vista, por exemplo, é de pouco mais de 24 mil habitantes, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Naquele município, 163 famílias estão desalojadas ou desabrigadas. Em Itaquiraí, são 20 mil pessoas e 52 famílias estão desalojadas.

O decreto estadual de situação de emergência incluiu 14 municípios. Contudo, outros cinco entraram na mesma condição. "Agora, o governo do Estado estuda a possibilidade de fazer um novo decreto para incluí-los no reconhecimento federal", explicou nota oficial.

Campo Grande também decretou situação de emergência, mas não informou à Defesa Civil Estadual e por isso os estragos na Capital não foram computados ou devem incluir no pedido de ajuda que o Estado fez à União.

ESTATÍSTICAS

O balanço da Defesa Civil ainda indicou que há 17 rodovias municipais com trechos interditados e 117 vias da mesma jurisdição que foram danificadas. Nesse balanço, estradas que passam por Itaquiraí e Novo Horizonte do Sul foram as mais danificadas.

Em se tratando de rodovias estaduais, foram 21 danificadas e 10 interditadas.
O número de pontes também é grande. Foram 48 estruturas municipais destruídas e 32 danificadas. Entre as estaduais, o balanço indicou oito danificadas e sete destruídas.

RECONSTRUÇÃO

As obras já começaram em vários pontos do Estado. No acordo firmado com o Ministério da Integração Nacional, a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) reforçou as equipes para atuar em reconstrução de pontes e rodovias.

A estimativa é que serão usados R$ 15 milhões em recursos próprios para reestruturação de vias e atuação em pontes. Essa verba será originada do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul, que tem R$ 217,864 milhões em capital depositado.

O total de estragos deve exigir empenho de pelo menos R$ 30 milhões. Para o restante que falta, a intenção do governo estadual é obter com o Ministério da Integração Nacional.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Bolsonaro diz que está aberto a sugestões para recuperação da economia
JUSTIÇA
Paciente atendida em rede particular deve arcar com despesas da internação
ORDEM DO DIA
Aprovada exigência de álcool em gel em estabelecimentos de MS
POLÍCIA
Delegacia de Laguna Carapã esclarece feminicídio ocorrido no domingo em que vítima foi encontrada dentro de poço