Menu
Busca sexta, 10 de abril de 2020

Compras de Natal vão ter queda de 18% e movimentar R$ 174 milhões em MS

17 novembro 2015 - 10h30Por Campo Grande News
O Natal, melhor data para o comércio, deve movimentar R$ 174,8 milhões em Mato Grosso do Sul. O valor se refere a presentes e é 18,6% menor que o estimado na mesma época do ano passado. A instabilidade da economia e a apreensão com o futuro fizeram com que diminuísse também a quantia de consumidores dispostos a gastar, que agora são 81%.


De acordo com o levantamento feito pela Fecomércio (Federação do Comércio de MS) e divulgado hoje, mostra que o décimo terceiro salário dos trabalhadores vai injetar R$ 2,67 bilhões na economia do Estado. Com esse montante, 35% pretendem pagar contas atrasadas, 19% vão gastar com presentes e só 8% guardarão o dinheiro.

A pesquisa revela que no Estado, 81% que pretender ir às compras, vão gastar R$ 135 em média. Entre os municípios pesquisados, 89% dos corumbaenses pretendem comprar e gastar até R$ 93 por presente.

Em Aparecida do Taboado apenas 74% pretendem fazer compras natalinas e gastar R$ 137 em média, o maior valor de presente entre os municípios pesquisados. Em Campo Grande, 80% vão às compras e o preço médio gasto é de R$ 135.

Tradicionalmente, mãe (21%), filhos (19%), pai (12%) e esposa (o) (18%) vão receber os presentes deste Natal. A pesquisa também mostra que cada consumidor pretende comprar dois presentes para agradar entes queridos. Entre as escolhas, 25% vão optar por roupas, 18% por brinquedos e 12% por calçados.

Locais - A pesquisa da Fecomércio também questionou sobre o local preferido das compras e 87% dos consumidores do Estado escolheram as lojas do Centro. Em Campo Grande, 59% vão para o Centro comprar, enquanto 28% vão escolher os shoppings e 8% o camelódromo.

A boa notícia para os empresários é que 47% vão comprar a vista ou com cartão de débito e só 9% com cartão de crédito. Já as compras a prazo serão realizadas com o cartão de crédito (23%) ou outras formas oferecidas pela loja (22%). Quando a opção do consumidor for pagamento parcelado, prevalecerá o pagamento em três parcelas (60%).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONTRABANDO
Montana com 900 pacotes de cigarros que seguia para Cuiabá foi apreendida pelo DOF durante a Operação Hórus
ESTADO
Operação Semana Santa inicia com foco nas rodovias e rios de MS
POLÍCIA
Com visitas proibidas, triplica apreensão de droga arremessada em presídio
RIBAS DO RIO PARDO
Caseiro atira contra ‘invasores’ e descobre que eram parentes do patrão