Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020

Consórcio que MS assumiu cadeira irá investir R$ 11 mi em desenvolvimento

10 novembro 2015 - 08h30Por Correio do Estado
O Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central terá aporte anual de R$ 11,4 milhões. Esse recurso será utilizado para a execução de projetos na área de desenvolvimento econômico e social nos estados de Mato Grosso do Sul, Tocantins, Goiás, Mato Grosso, Rondônia e Distrito Federal.

A inclusão do Estado no bloco denominado Brasil Central foi publicada no diário oficial desta segunda-feira. O dinheiro para o consórcio será originado das Assembleias Legislativas dos estados participantes e da Câmara Legislativa do DF. Cada uma dará uma contribuição anual de R$ 1,9 milhão. A sede da entidade será em Brasília (DF).

Em nota divulgada sobre o bloco hoje, os consorciados informaram que vários setores receberão aportes, um deles é a agropecuária, com "o desenvolvimento de politicas para a ampliação da produtividade da pequena e média propriedade, com ênfase no assessoramento técnico, base para a emergência e fortalecimento de uma nova classe média rural".

Outro objetivo do consórcio, segundo sua constituição, é ampliar a produção industrial dos participantes e aprimorar o ensino básico e profissionalizante.

O licenciamento ambiental também entrará na pauta de discussão do grupo.

"Números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o Índice de Desenvolvimento Humano dos Municípios (IDHM) do Brasil Central (0,739) é superior à media nacional (0,727). O Produto Interno Bruno por indivíduo (PIB Per Capita) também é 23,32% superior ao restante do país", ressaltou divulgação do consórcio.

Com uma área de mais de 2 milhões de km², ou 25% do território nacional, o Brasil Central responde por quase 12% (11,27%) da riqueza gerada no país. Além de ser responsável por 50% da produção de grãos de todo o Brasil e 42% do rebanho bovino nacional.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Governo anuncia Renda Cidadã, com recursos de precatórios e do Fundeb
JUSTIÇA
Negado pedido de desaforamento por imparcialidade de jurados
ECONOMIA
Taxa média de juros para famílias cai, diz Banco Central
MS
Termina nesta quarta-feira prazo para quitação de licenciamento para placas final 9