Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020

Corpo de Bombeiros forma mais de 90 brigadistas indígenas no município de Caarapó

Corpo de Bombeiros forma mais de 90 brigadistas indígenas no município de Caarapó

11 dezembro 2015 - 09h45Por Notícias MS
O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul, concluiu esta semana em Caarapó, mais um curso de formação de brigadistas indígenas, para atuação em primeiros socorros e prevenção e combate a incêndios florestais. Ao todo já foram formados 91 brigadistas de sete aldeias do município.

Serão beneficiados com os novos brigadistas formados através de curso ofertado pelo Corpo de Bombeiros em parceria com o Distrito Sanitário Especial Indígena do Ministério da Saúde e a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, uma população de mais de 6 mil índios das etnias Guarani e Kaiowá.

Direcionado a lideranças indígenas, rezadores e população em geral, o curso concluído esta semana está na terceira edição e tem por objetivo despertar nos participantes o senso de autoproteção e capacitá-los para serem multiplicadores. Nas edições anteriores foram formados médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes de saúde indígena e agentes de saneamento básico indígena.

De acordo com o major Leonardo Rodrigues Congro, coordenador de Projetos Institucionais do Corpo de Bombeiros, essa é uma ação de uso transversal das noções de Defesa Civil, que visa ainda a redução dos índices de violência entre os indígenas. “A primeira missão Constitucional dos Bombeiros é a prevenção”, enfatiza.

Com o apoio do 9º Subgrupamento de Bombeiros Militar Independente de Caarapó, o curso que teve duração de 20 horas foi realizado na Escola Municipal Indígena Ñandejara Polo, com disciplinas teóricas e as instruções práticas nas áreas rurais da aldeia Teyí Kuê.

Mato Grosso do Sul é hoje o segundo estado brasileiro com o maior número de indígenas, com uma população de 73.181 índios de oito etnias. Com mais esta turma, chega a 90 o total de brigadistas indígenas já formados pelo Corpo de Bombeiros em Caarapó. Em 2016 a instituição irá ampliar as ações para as comunidades silvícolas de Amambai e região.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Engenheiro brasileiro enfrenta desafios em missão simulada
DOURADOS
Guarda cumpre mandado e prende ‘Maldita’ durante festa na Cachoeirinha
ESPORTES
Jorge Jesus critica proibição de torcedores em estádios de Portugal
MS
Crianças tem sobrenome acrescentado de avô materno após decisão da Justiça em MS