Menu
Busca segunda, 19 de outubro de 2020

Cremação dos corpos de campo-grandenses mortas no Japão custará R$ 17 mil

15 janeiro 2016 - 14h45Por Correio do Estado
Maria Maruyama, mãe de duas campo-grandenses mortas no Japão no fim do ano passado, desembarcou na cidade de Handa, no último domingo (10), e seguiu direto para a delegacia de polícia. Segundo amigos da família, Maria ainda aguarda a data para a cremação dos corpos das filhas e respostas sobre a vinda das netas ao Brasil. Cada procedimento custará 250 mil yens, cerca de R$ 8,5 mil.

Segundo informações de um dos amigos, além do Brasil, Maria também pede doações no Japão para o pagamento da cremação dos corpos, que permanece sem data para acontecer.

O processo de incineração apresenta menor valor, comparado ao translado dos corpos, tendo em vista que as cinzas são levadas em uma mala pequena e não em urnas funerárias. Um transporte aéreo funeral do Japão para o Brasil custa em torno de R$ 30 mil, já a cremação R$ 8,5 mil.

Para o deslocamento dos corpos, Maria precisa apresentar documento do despacho, documento de identidade das filhas, as certidões de óbito, a autorização para remoção de restos mortais, a ata do embalsamento, a declaração de cremação que ainda não tem data definida e a ata de exumação.

CASO

Segundo informações de sites da região, as irmãs Akemy e Michelle moravam no mesmo apartamento. A polícia local acredita que o apartamento, situado no conjunto habitacional Nishikamezaki, tenha sido incendiado propositalmente, com gasolina. O fogo só foi controlado quase 1 hora depois da chegada do Corpo de Bombeiros e o local ficou totalmente destruído.

Ainda conforme o apurado pela polícia, exames iniciais indicam que as duas foram estranguladas antes do incêndio. Equipes de peritos também encontraram em um dos cômodos da casa um galão onde estava o combustível usado para queimar o apartamento.

Informações da imprensa local ainda dão conta de que duas crianças, filhas de uma das jovens, viviam no apartamento. Elas teriam sido recolhidas por órgão de proteção da cidade e passam bem.

Os corpos das jovens continuam na cidade de Handa, onde passam por perícia. O ex-marido de Akemy, Tony La Rosa, foi preso no fim de semana suspeito pelo crime.

Se você quiser ajudar financeiramente a mãe das jovens, a conta para depósito é do Banco do Brasil, agência 2951-3, conta corrente 13.176-8.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COTAÇÃO
Dólar fecha abaixo de R$ 5,60 com recuperação da China e otimismo sobre vacina para Covid-19
ELDORADO
Polícia Militar apreende medicamentos contrabandeados
DOURADOS
Mais de 900 pacotes de cigarros contrabandeados foram apreendidos pelo DOF em residência
MUNDO NOVO
Polícia Militar recupera veículo roubado