Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020

Em 11 meses de 2015, MS já registra maior venda de etanol da sua história

Em 11 meses de 2015, MS já registra maior venda de etanol da sua história

02 janeiro 2016 - 11h30Por G1
Em 11 meses de 2015, os postos de combustível de Mato Grosso do Sul quebram o recorde de venda de etanol de toda a história do estado. Segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, entre janeiro e novembro do ano passado foram vendidos 214,099 milhões de litros.

Mesmo que ainda parcial, já que ainda não conta com o número de dezembro, esse volume supera em 6,122 milhões de litros o patamar atingido durante todo o ano de 2009, que até então era a maior marca registrada no estado, com 207,976 milhões de litros.



Quando analisados os mesmos períodos dos dois anos, ou seja, de janeiro a novembro, o crescimento no consumo do biocombustível no estado fica ainda mais evidente. Nestes 11 meses de 2014, a venda de etanol atingiu 136,117 milhões de litros, o que indica que no mesmo intervalo de tempo de 2015 o incremento na comercialização foi de 57,29%.

Durante 2015, um dos motivos que foi apontado pela Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosul) para o aumento das vendas de etanol em relação a 2014, foi a competitividade do biocombustível perante a gasolina.

Em razão da diferença de poder calorífico dos combustíveis, o uso de biocombustível é vantajoso nos motores flex somente se o preço do seu litro estiver abaixo de 70% do valor do litro do combustível fóssil.

A ANP aponta que considerando os preços médios do litro dos dois combustíveis, o etanol foi competitivo perante a gasolina em 8 dos 11 meses da parcial de 2015. Neste intervalo de tempo, só não foi vantajoso economicamente abastecer com o biocombustível no estado nos meses de março, outubro e novembro.

A Biosul também procurou destacar que as vantagens do uso do em relação a gasolina vão muito além das questões econômicas. Entre elas está também o aspecto ambiental, já que ao abastecer um veículo flex com o biocombustível em vez do combustível fóssil, o consumidor também colabora com o meio ambiente, reduzindo em até 90% a emissão de gases do efeito estufa pelo seu veículo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Acusação indevida de assédio moral gera indenização
PONTA PORÃ
Caminhões com 120 bovinos trazidos ilegalmente do Paraguai foram apreendidos pelo DOF
MEIO AMBIENTE
Infratora é autuada em R$ 56 mil por incêndio em madeira que se alastrou para pastagem
COMBUSTÍVEIS
ANP realiza mais de 7,4 mil fiscalizações no semestre