Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020

Governo avaliará outras 30 pontes semelhantes à que caiu em Guia Lopes

05 janeiro 2016 - 09h15
Na tarde desta segunda-feira (4), o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, falou sobre a situação da ponte interligava os municípios de Guia Lopes da Laguna e Antônio João, que desmoronou no último sábado (2), em decorrência das chuvas na região.

Segundo o secretário, o Governo do Estado já tomou as medidas iniciais para a recuperação da ponte com a contratação de um projeto de emergência para a construção de uma nova ponte.

"Hoje nós trabalhamos com três hipóteses para o desmoronamento dessa ponte, que pode ser uma falha no projeto, falha na execução da obra ou até mesmo a ação da natureza”, disse o secretário.

Ainda de acordo com ele, essa auditoria vai realizar um trabalho para verificar se houve algum tipo de falha no projeto ou na execução da obra, até para que caso seja detectado algum tipo de irregularidade, seja feita a avaliação em cerca de outras 30 pontes que foram construídas baseadas no mesmo projeto.

“Ainda sobre a ponte que desmoronou em Guia Lopes da Laguna, o secretário esclarece que a população não ficará sem uma solução definitiva para o problema, e destacou que uma das prioridades é restabelecer a passagem para o tráfego de veículos pesados na região. ”A ponte que hoje está sendo utilizada pelos moradores é de madeira, e suporta apenas o tráfego de veículos leves, e a nossa prioridade é normalizar o quanto antes a situação”, garantiu.

Miglioli destacou ainda que o Estado vai trabalhar para recuperar outras quatro no Estado que foram danificadas. “Nós vamos trabalhar também na construção de duas pontes na rodovia MS-382, uma na MS-487 e uma na MS-385, e as demais que sofreram algum tipo de dano vão receber manutenção”, afirmou.

Sobre a contratação de serviços para a recuperação das pontes, Marcelo Miglioli informou que recebeu a recomendação do Ministério Público para que três empresas não participem do processo licitatório das obras. São elas a RD, a Proteco e a Encalço.

Rodovia BR-163

Em relação aos estragos causados pelas chuvas na BR-163 na região sul do Estado, o secretário informou que as obras de recuperação dos trechos danificados devem ser concluídos até o próximo dia 10, e lembrou que as chuvas tem dificultado o andamento das obras. “Fomos informados pela CCR MSVia que as obras devem ser concluídas até o dia 10 e com isso haverá a liberação do tráfego na rodovia”, finalizou o secretário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de Costa Rica autua em R$ 10 mil e interdita lava jato e borracharia por poluição ambiental
JUSTIÇA
Universidade que descumpriu parcelamento privado deve indenizar estudante
ECONOMIA
Tesouro descarta preocupação com encurtamento da dívida pública
REGIÃO
Pescador profissional e autônomo são autuados em R$ 10 mil por abater dourado e pescar com redes e tarrafa e apreende 50 kg de pescado e petrechos ilegais