Menu
Busca domingo, 07 de março de 2021

Lanzarini recebeu o prêmio Amigo do Idoso

06 setembro 2011 - 15h45
Lanzarini recebeu o prêmio Amigo do Idoso

Divulgação (TP)

O prefeito Dirceu Lanzarini recebeu na semana passada o prêmio Amigo do Idoso entregue pela Secretaria de Estado de Trabalho de Assistência Social (SETAS), realizado durante a III Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa (Confedpi/MS). O evento ocorreu em Campo Grande.

O prêmio prefeito Amigo do Idoso foi criado com o objetivo de reconhecer o chefe do Executivo Municipal que no seu exercício tenha implantado uma política municipal do idoso, criado ou implementado o respectivo Conselho de Direitos da Pessoa Idosa, ou alternativamente, possua comissão ou representação dos idosos nos órgãos responsáveis pela formulação e execução da política municipal do idoso.

O prefeito Dirceu Lanzarini foi reconhecido como o quinto melhor prefeito de todo o Mato Grosso do Sul. Amambai ficou na frente de grandes cidades, como Dourados e Três Lagoas, mostrando o potencial da administração na política ao idoso.

Com uma boa gestão da administração municipal, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, que mantém diversos programas junto a Melhor Idade, o município de Amambai pela primeira vez foi reconhecido e pode receber este importante prêmio.

Lanzarini disse que o prêmio Amigo do Idoso é de toda a equipe da Assistência Social, que mostra a cada dia o empenho e dedicação ao promover encontros, programas a ações junto aos idosos de Amambai. Lanzarini destacou também que a administração irá lutar para alcançar a primeira colocação em todo o estado, procurando ser a cidade que mais investe em qualidade de vida das pessoas idosas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UEMS
Revista Barbaquá, de Extensão e Cultura da UEMS, tem nova edição
ESPORTE
Última semana de inscrições para os programas Bolsa Atleta e Bolsa Técnico
ESTADUAL DE FUTEBOL 2021
Águia Negra e Aquidauanense se reencontram e ficam no empate; Dourados vence a segunda seguida
JUSTIÇA
STF decide que Petrobras não precisa se submeter à Lei das Licitações