Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020

Mãe procura filho que fugiu de casa após assumir homossexualidade

Mãe procura filho que fugiu de casa após assumir homossexualidade

30 dezembro 2015 - 13h15
A técnica de enfermagem Ana Gislaine Gonzalez, 53 anos, está à procura do filho, João Lucas Ibanhês, de 16 anos, que está desaparecido desde a terça-feira da semana passada, dia 22 de dezembro. Segundo ela, o adolescente deixou um bilhete assumindo a homossexualidade e avisando que fugiria de casa para "virar hippie". Desde então, não foi mais visto pelos familiares.

A mãe contou que acordou e foi até o quarto do filho, onde encontro o bilhete. No papel, João relata que tentou não assumir a orientação sexual e que não quer envergonhar a família pelo fato de ser gay e, por isso, fugiu de casa. “Ele nunca disse nada. Se falasse, nós iríamos entender”, comentou a técnica de enfermagem.

Segundo o site Campo Grande News, após a fuga, o menino bloqueou os pais, parentes e amigos nos contatos das redes sociais, por isso ela possui poucas informações sobre ele, somente as repassadas por uma amiga da família. “Ele postou fotos em shows de rock, mas fomos até lá e não o encontramos. Agora ele falou que iria para Belo Horizonte, Minas Gerais, contou.

João nunca contou sobre a orientação sexual para a mãe e nunca declarou que não queria morar na casa dos pais. “Ele trabalhava, era menor aprendiz. Quando ele saiu, fomos buscar o seu acerto e ele contou que queria comprar uma bateria”, lembrou a mãe. “Era cara, mas ele queria comprar a mais barata”.

A família registrou boletim de ocorrência dois dias após a fuga e espera que o filhos volte para casa ou que, pelo menos, responda as mensagens mandadas pela família, via Whatsapp. Eles estão espalhando cartazes pela cidade, em busca do filho. “Nós pedimos para que ele entre em contato. Temos que conversar”, revelou Ana.

Informações sobre a localização de João podem ser repassadas pelos telefones 9822-4674 ou 9811-0606 e também para a polícia, pelo 190.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
INSS oferece serviço expresso para entrega de documentação
NOTÍCIAS
Justiça decide que pai tem direito de visitar a filha
ECONOMIA
IBGE: 3,4 milhões estavam afastados do trabalho no início setembro
SAÚDE
Média móvel de novos casos de Covid-19 continua alta no MS