Menu
Busca sábado, 11 de julho de 2020

Governador estima R$ 30 milhões para construir pontes e confirma visita de ministro da Integração

08 dezembro 2015 - 08h00Por Notícias MS
Depois de sobrevoar, nesta segunda-feira (7), parte da região sul do Estado atingida pela chuva, o governador Reinaldo Azambuja estima que sejam necessários, aproximadamente, R$ 30 milhões para a construção de pontes de concreto que substituirão as estruturas de madeira arrancadas pela força da água. Em toda a região, são mais de 40 pontes destruídas e 37 danificadas.

O governador também confirmou, após o voo, a vinda do ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, responsável pela Defesa Civil do Governo Federal. O ministro participará, junto com Reinaldo e prefeitos de 14 municípios que decretaram situação de emergência, de uma reunião em Amambai, uma das cidades castigadas pela chuva. Aproveitando a vinda de Occhi, o Governo do Estado deverá solicitar de kits de emergência para a população, entre eles de limpeza, higiene, kit colchão e de dormitório.

A prioridade agora, segundo o governador, será com as áreas isoladas e com a liberação de rodovias. “Preocupou muito a erosão em Naviraí, Tacuru e Juti porque está entrando nas cidades e colocando casas e pessoas em risco”, disse Reinaldo. O governador também citou o enorme rompimento da barragem em Caarapó, mas comemorou o fato de não ter havido vítimas no local.

Conforme a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC), já são cerca de 10 mil afetados com as chuvas no sul de Mato Grosso do Sul. Amambai, Naviraí e Bela Vista- essa última que ainda não decretou situação de emergência-, já contabilizam desabrigados. A Polícia Militar Ambiental (PMA) está ajudando a retirar famílias ilhadas em Bela Vista. Uma equipe da Defesa Civil Estadual já foi enviada até o município.

A chuva, muito acima da média histórica em, pelo menos, 15 cidades do sul, também já deixou Coronel Sapucaia e Jardim com abastecimento de água prejudicado, segundo a CEDEC.

Na reunião desta terça-feira com o ministro, em Amambai, serão relatados os estragos e debatidas as ações conjuntas dos governos federal, estadual e municipal para atendimento emergencial às vítimas, assim como um plano de recuperação das áreas atingidas.

A vinda do ministro e a visita do governador Reinaldo Azambuja ao sul do Estado demonstram a gravidade da situação nos municípios atingidos pelas últimas chuvas.

Sobrevoo

O governador sobrevoou as cidades de Naviraí, Amambai, Tacuru, Caarapó e Juti. Em Tacuru, Reinaldo esteve na entrada da cidade onde parte do asfalto foi arrancada. No município de Caarapó, o governador foi até o balneário onde uma barragem se rompeu no fim de semana. Já em Amambai, Reinaldo esteve na rodovia MS-289 que liga a cidade a Coronel Sapucaia.

As imagens captadas durante o sobrevoo serão repassadas ao ministro da Integração. Acompanharam o governador o secretário da Casa Civil, Sergio de Paula, o titular da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Marcelo Miglioli e o coordenador adjunto de Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC), tenente-coronel Adriano Rampazo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COXIM
Após aumento de 200% nos casos de Covid-19, município de MS decreta lockdown durante fins de semana
INTERIOR
Traficante é preso enquanto trazia 268 quilos de maconha para a Capital
REGIÃO
Polícia Militar prende homem por Contrabando e apreende veículo com 5.500 maços de cigarros paraguaios durante abordagem no distrito de Boqueirão
ECONOMIA
Banco do Brasil amplia limite de crédito do Pronampe em R$ 1,24 bi