Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020

Peão morre arrastado quando tentava laçar bezerro em fazenda

Peão morre arrastado quando tentava laçar bezerro em fazenda

10 janeiro 2012 - 15h20
G1 MS


Um homem de 44 anos, que trabalhava como peão em uma fazenda em Sete Quedas, morreu na manhã desta segunda-feira (9) após ter ficado preso em uma corda que havia usado para laçar uma bezerra. Segundo informações do delegado Eduardo Lucena, que investiga o caso, a vítima ficou com o equipamento enroscado no corpo e foi arrastada pelo pasto.


O delegado disse que um colega de trabalho do peão encontrou o corpo e chamou a polícia. A vítima, segundo Lucena, tinha marcas de corda no pescoço e estava caída perto do animal, que ainda estava laçado. O equipamento tinha sinais de sangue.


De acordo com Lucena, os indícios encontrados no local do acidente não foram suficientes para determinar qual foi a circunstância da morte. “Nós vamos investigar para saber se ele quebrou o pescoço na queda, ou se havia um toco ou uma pedra no meio do caminho [quando foi arrastado]”, relata.


O exame necroscópico foi feito no hospital de Sete Quedas e o laudo ainda não ficou pronto. A polícia trabalha, segundo o delegado, com a suspeita de acidente de trabalho, mas não descarta outras possibilidades para o crime.


“Não deixa de ser uma morte estranha. Já fizemos os levantamentos iniciais. Ele [peão] não tinha inimigos, rixas, dívidas e não era credor de alguém”, relata Lucena.


Após o exame, o corpo foi encaminhado para ser sepultado em Iguatemi, cidade a 466 quilômetros de Campo Grande, onde mora a maioria dos parentes da vítima.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEGURANÇA PÚBLICA
Governo investe R$ 5,4 milhões em munições para a Polícia Civil e Militar
AUXÍLIO
Caixa paga nova parcela a 9,4 milhões de beneficiários nesta segunda
COSTA RICA
Polícia Militar em conjunto com a Polícia Civil apreende armamentos
TEMPO
Semana será de tempo firme e temperaturas elevadas em Mato Grosso do Sul