Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
MS

PMDB de MS votará em peso pelo rompimento com Planalto

PMDB de MS votará em peso pelo rompimento com Planalto

26 março 2016 - 09h00Por Correio do Estado
O PMDB de Mato Grosso do Sul é unânime ao apoiar o rompimento com a presidente Dilma Rousseff (PT) e defende, ainda, o impeachment. O diretório regional vai para a convenção do partido, na próxima terça-feira (29), com 21 votos de 13 convencionais que defenderão a saída da base de sustetação no Congresso, bem como o afastamento da presidente. Na ocasião, o PMDB, que detém maioria na Câmara e no Senado, definirá oficialmente se permanece na base aliada ou desembarca do governo para se juntar à oposição na votação do afastamento de Dilma do cargo.

A presidente buscou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para ajudá-la a segurar o PMDB na base e salvar o seu mandato. Não está sendo missão fácil, porque Lula encontra muitos obstáculos no meio do caminho para conter a insatisfação dos peemedebistas.

Nem o vice-presidente da República e presidente nacional do PMDB, Michel Temer, consegue mais controlar a revolta dos correligionários do partido com o governo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
MS registra 479 novos casos de Covid-19 e faixa etária de 30 a 39 anos é a mais afetada
AQUIDAUANA
Polícia Militar Ambiental autua infrator em R$ 2,3 mil por incêndio em leiras de vegetação proveniente de limpeza
ECONOMIA
Decisão do STF evita perda na arrecadação de R$ 1,2 bilhão, diz Reinaldo Azambuja
DOURADOS
Homem invade casa, tenta estuprar jovem e é detido por populares