Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020

Policiais militares e bombeiros rejeitam proposta de reajuste do Governo

Policiais militares e bombeiros rejeitam proposta de reajuste do Governo

05 maio 2016 - 07h30Por Correio do Estado
Policiais militares e bombeiros de Mato Grosso do Sul rejeitaram proposta de reajuste encaminhada pelo Governo do Estado, que previa aumento de 13,13% no salário para soldados nível I e 10% para cabos até 2018. Assembleia da categoria foi realizada na tarde de hoje (4) em Campo Grande.

De acordo com a Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar (ACS), os servidores entregarão uma contraproposta amanhã (5) ao secretário estadual de Governo Eduardo Riedel.

Na contraproposta, os militares pedem que o aumento de 13% proposto pelo Governo apenas para cabos e soldados também seja concedido aos sargentos e subtenentes. Outra reivindicação é com relação ao pagamento, que seria feito com R$ 200 em forma de abono e a categoria pede que seja acrescido no subsídio.

Da proposta encaminhada pelo Governo, foi mantida o aumento no nível de salário do soldado com relação ao do coronel em 20% até 2018, índice que atualmente é de 15,1%, e a criação do sétimo nível, que consiste em aumento de 5% para o policial e bombeiro que completar 30 anos de serviço.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Pandemia mostrou que o Judiciário pode mudar, diz ministra
MAUS-TRATOS AO ANIMAL
Polícia Militar Ambiental de Aquidauana autua em R$ 3 mil infrator preso por Policiais Militares por matar cachorro alheio a pauladas
ECONOMIA
Déficit primário do Governo Central atinge R$76,16 bilhões em setembro
SEMANA DO SERVIDOR
Por meio virtual, Escolagov entrega XV Prêmio na Gestão Pública