Menu
Busca segunda, 19 de outubro de 2020

UEMS realiza maratona de criação de aplicativos

UEMS realiza maratona de criação de aplicativos

04 maio 2016 - 07h45Por UEMS
De 03 a 05 de junho, a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) realiza o Hackaton 2016, por meio da Incubadora de Empresas Fênix. O Hackaton é uma maratona de programação, que tem o objetivo de criar aplicativos com soluções inteligentes para a sociedade.

O evento acontece na sequência da Semana Técnica de Tecnologia da Informação (TI), que a UEMS, a Unigran (Centro Universitário da Grande Dourados) e a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) fazem conjuntamente. O Hackaton inicia na noite da sexta-feira (03), com uma palestra sobre Start Up e empreendedorismo, que encerra a semana técnica e inicia a maratona.

Na próxima semana as inscrições abrirão, com vagas para dez equipes, com no máximo cinco pessoas por grupo. A maratona acontecerá nas dependências da Unigran, onde cada equipe terá uma sala, "nesta sala eles vão poder decorar como quiserem – com colchonete, cafeteira, tereré, som, banner… a sala vai ser deles. Eles vão ficar lá da sexta-feira à noite até domingo à tarde, mas vão poder sair. Na produção do aplicativo vão poder pesquisar na internet e consultar pessoas de fora", explicou Janete Soares que é organizadora do projeto, juntamente com o professor da UEMS, Rubens Barbosa Filho.

Os temas estão sendo definidos, mas já foram confirmadas as abordagens sobre: mobilidade urbana, saúde, energia, educação, combustível. Poderão participar alunos do ensino superior e ensino técnico, regulamente matriculados em instituições do Mato Grosso do Sul, de qualquer curso, desde saibam programar. A inscrições custam R$ 15 por integrante da equipe.

Na realização do evento, a UEMS tem como parceiros, a Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul), a Sectei (Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação), Unigran (Centro Universitário da Grande Dourados), UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul), Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), Sebrae (Serviço Brasileiro de apoio às Micro e Pequenas Empresas) e Prefeitura Municipal de Dourados.

Ao final da maratona, os participantes receberão certificado, medalha e haverá uma premiação surpresa para as três primeiras equipes.

Segundo Janete, a ideia é transformar o que está sendo aprendido e produzido em sala de aula em algo aplicável, que seja de fácil acesso e que possa resolver alguma demanda da sociedade. "Também temos o propósito de transformar estas ideias em negócios, em Start Ups. Se for possível incubamos, pela Fênix da UEMS ou pela incubadora do IFMS", disse ela.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COTAÇÃO
Dólar fecha abaixo de R$ 5,60 com recuperação da China e otimismo sobre vacina para Covid-19
ELDORADO
Polícia Militar apreende medicamentos contrabandeados
DOURADOS
Mais de 900 pacotes de cigarros contrabandeados foram apreendidos pelo DOF em residência
MUNDO NOVO
Polícia Militar recupera veículo roubado