Menu
Busca sexta, 23 de abril de 2021
Política

Azambuja diz que secretários deverão assinar contrato com metas a serem cumpridas

26 novembro 2014 - 12h27Por Fonte: correiodoestado
O governador eleito de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, anunciou que seus secretários deverão assinar contrato com metas estabelecidas, que terão de ser cumpridas. Esta posição foi manifestada logo após o término da reunião com todos os deputados, realizada na manhã de hoje (26), na Assembleia Legislativa. A mesma medida foi tomada quando o hoje senador Blairo Maggi (PR) governou o Mato Grosso.

Reinaldo afirmou ainda que o seu governo não deverá ter mais do que 15 secretarias, existentes atualmente na administração de André Puccinelli (PMDB). "Muito pelo contrário. Deverão até diminuir o número desses órgãos estaduais", frisou.

Azambuja também comentou a respeito do relacionamento com a Assembleia. Segundo ele, o encontro foi muito proveitoso. Ele foi cobrado sobre as emendas parlamentares, hoje no valor de R$ 800 mil para cada deputado e afirmou que tal cobrança é normal. "Quando fui deputado estadual, eu também cobrava do governo", explicou. O governador eleito declarou ainda que, para oxigenar o regime democrático, é necessária a existência de situação e oposição. "No meu governo, a oposição será respeitada", declarou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Confira a distribuição das doses de vacina contra a Covid-19 por município em Mato Grosso do Sul
PANDEMIA
Com 48 novos óbitos, taxa de letalidade se mantém em 2,2% no MS
NOVA ANDRADINA
Força Tática do 8ºBPM prende dois jovens por tráfico de drogas e cumpre mandado de prisão
INTERNACIONAL
Uma dose de vacinas reduz infecção em até 65%, revela estudo