Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021
Brasil&Mundo

“BBB 2015” vai dar R$ 10 mil a participante

20 janeiro 2015 - 10h17Por Fonte: douradosagora
As novas regras do “Big Brother Brasil 15”, que começam hoje, vão fazer da liderança um “bico” para os participantes que chegarem lá. E um “bico” dos mais fáceis. Além de ter uma acomodação confortável, com cama de casal, hidromassagem exclusiva e um menu com mimos como chocolate, biscoitos e uma bebida especial, o posto dará R$ 10 mil por semana ao seu ocupante.

Por semana, vale frisar, já que este ano o líder poderá permanecer mais de uma semana no cargo, que dá imunidade e concede ao participante a possibilidade de indicar um desafeto ao paredão.

Outra mudança diz respeito à localização do quarto do líder, que desta vez ficará não no segundo andar da casa, mas fora dela. De lá, com acesso a câmeras instaladas na sede do BBB, o “rei” do momento poderá acompanhar a movimentação dos colegas, tecer intrigas com seus convidados e bolar planos para dizimar os grupos rivais.

De acordo com o site da revista Veja, os seis monitores com imagens da casa não terão áudio -- o que pode aumentar a paranoia e a tensão no programa. Outra novidade anunciada pela produção do programa é que o primeiro paredão vai acontecer já no segundo dia. Na quarta, o público poderá escolher qual de duas participantes ainda não anunciadas se juntará aos 13 já escolhidos. Com a entrada da sister, a casa ficará equilibrada: metade homens, metade mulheres.

Peças

A Rede Globo anunciou no domingo, o substituto de Rogério Alves, 45 anos, na disputa pelo prêmio de R$ 1,5 milhão do “BBB15”. Marco Marcon, teólogo de 35 anos, de Curitiba (PR), ficou com a vaga do bailarino pernambucano, que desistiu de participar do programa quando ainda estava confinado no hotel.

Segundo informações publicadas no Blog da Produção, no site oficial do programa, Marco passou pela Aeronáutica e por uma faculdade de Engenharia Civil. Em 2009, conquistou o título brasileiro de pôquer e disputou um mundial em Las Vegas. Mas um “vazio existencial” o levou a largar o jogo e estudar Teologia. Hoje, pesquisa “O Poder do Mal em Diversos Autores” na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e mantém blogs sobre religião.

Rogério não aguentou a pressão do pré-confinamento em um hotel, na Barra da Tijuca, e pediu para sair na manhã de sábado, logo após a visita da psicóloga. Segundo uma fonte do UOL, Rogério estava um pouco tenso e abalado, mas firme na sua decisão.

A notícia só vazou no domingo, dia em que o ex-confinado circulou pelas dependências do local, e foi visto pelos hóspedes. Ator, palhaço, designer e professor de dança de salão, Rogério estava confinado havia sete dias, mas alegou à produção do reality show que a experiência serviu para mostrar que ele não teria condições de ficar mais tempo trancado e por isso preferia que outro participante entrasse no seu lugar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
PMA de Aquidauana captura terceiro jacaré passeando pelas ruas da cidade neste ano
INTERNACIONAL
China quer trabalhar com o Brasil para promover parceria estratégica
FÁTIMA DO SUL
PMA fecha serralheria por emissão de sons acima do previsto em lei prejudicando a vizinhança
AÇÃO DE GOVERNO
Ritmo das obras intensifica no Estado, com mais de 80 trabalhos só na área urbana