Menu
Busca sábado, 31 de julho de 2021

Ele terá que pagar R$ 1,5 mil, mas pode recorrer.

Animal foi arrastado por caminhonete por pelo menos 1 km.

10 novembro 2011 - 14h20
G1

O dono do rotweiller que teve uma pata amputada após ser arrastado por pelo menos 1 km em Piracicaba, no interior de São Paulo, foi multado em R$ 1,5 mil pela Polícia Ambiental nesta quarta-feira (9). Ele pode recorrer da multa, mas vai responder pelo crime de maus tratos a animais.

O cachorro foi arrastado pelo carro do próprio dono. O mecânico Claudio César Messias, que conduzia a caminhonete, disse que foi um acidente. Em depoimento à polícia, Messias afirmou que passeava com o cão, que pulou da carroceria da picape sem que ele notasse. “Só percebi que o estava arrastando quando um motoqueiro me parou e avisou. Fui embora porque achei que ele tivesse morrido, me deu um branco, um desespero e saí”, afirmou.

O animal foi socorrido e chegou a passar por uma cirurgia para evitar a amputação. Entretanto, nesta segunda-feira (7), foi preciso amputar a pata. Segundo Armando Frasson, veterinário que acompanha o caso, o sangue não estava chegando corretamente à pata e, por isso, a cirurgia foi necessária.

A ONG Vira-Lata Vira-Vida mantém na internet uma página onde são divulgadas informações sobre o tratamento do cachorro, chamado de Lobo. Ainda não está definido o destino do animal após a saída do hospital. Diversos pedidos de adoção já foram feitos. No entanto, por conta do processo criminal, somente a justiça deverá decidir para onde Lobo será encaminhado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid longa: pacientes 'recuperados' podem ter problemas de raciocínio e memória, aponta pesquisa
SANEAMENTO
Para garantir água tratada a moradores, Governo do Estado investe em poços nos distritos de MS
ESPORTES
Brasil vence Egito e vai à semifinal do futebol masculino olímpico
ECONOMIA
Com inflação em alta, renda das famílias para consumo é a menor desde 2005