Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021

Corpo de marido de procuradora tem ao menos nove facadas

Corpo de marido de procuradora tem ao menos nove facadas

03 fevereiro 2012 - 13h30
G1


A Polícia Militar (PM) disse que o marido da procuradora federal Ana Alice Moreira de Melo, de 35 anos, suspeito de matá-la, foi achado com ao menos com nove marcas de facadas pelo corpo. Ele foi encontrado morto no fim da noite desta quinta-feira (2) em um motel, às margens da BR-356, no bairro Olhos d'Água, na Região Oeste de Belo Horizonte.

"Ele estava deitado em decúbito dorsal e apenas de short. A princípio foram nove facadas", disse o tenente Honório de Carvalho, da PM. O corpo estava sobre uma cama da suíte 16. A Polícia Civil investiga a possibilidade de o homem ter se matado, mas a equipe de peritos não descartou a hipótese de assassinato, pois ele tinha ferimentos em várias partes do corpo e sinal de violência no pescoço.

Havia marca de sangue na cama, no chão e no banheiro, segundo a Polícia Civil. Uma faca foi encontrada embaixo de um dos braços. De acordo com a PM, a faca pode ter sido usada no assassinato de Ana Alice.

Funcionários relataram à polícia que o homem não saiu do quarto durante todo o dia de ontem, o que chamou a atenção. Segundo a direção do motel, ele deu entrada na suíte às 4h50 da madrugada dessa quinta-feira (2), minutos após deixar a casa onde a mulher dele foi encontrada morta. Segundo a polícia, o suspeito saiu do condomínio onde morava com a família por volta das 4h40. O casal deixou dois filhos, que estão com a avó materna.

Dentro do carro de luxo, estacionado na garagem do motel, os policiais encontram uma carteira de motorista e confirmaram que se tratava do marido da procuradora. Ele havia tido a prisão preventiva decretada pela Justiça na tarde desta quinta e estava foragido.

asssassinato da procuradora aconteceu dentro da mansão onde o casal morava com os filhos, no Condomínio Vila Alpina, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada desta quinta-feira (2).

Segundo a polícia, Ana Alice foi morta durante uma discussão. O suspeito, de 49 anos, fugiu de carro do local. O veículo estava estacionado no motel onde ele foi encontrado morto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Presidente diz que valor de auxílio foi decidido com responsabilidade
DIREITOS HUMANOS
Morte violenta atinge 6,97 mil crianças e adolescentes por ano no país
LEGISLATIVO DE MS
Neno Razuk solicita a SES estudos para implantação de mutirão de vacinação contra COVID-19
POLÍTICA
CCJ da Câmara aprova suspensão de validade de concursos na pandemia