quinta, 29 de fevereiro de 2024

Despesas Pessoais influenciam alta na prévia da inflação de maio

22 maio 2012 - 09h49Por Infomoney
A prévia da inflação oficial do País, medida pelo IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo - 15), teve variação de 0,51% em maio. Frente a abril, o indicador subiu 0,08 ponto percentual, visto que, na medição daquele mês, a inflação ficou em 0,43%, segundo dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta terça-feira (22).

A aceleração da inflação no período reflete o movimento dos preços dos itens relacionados ao grupo Despesas Pessoais, que apresentou inflação de 1,32%, ainda que, frente a abril, o grupo tenha desacelerado 0,11 ponto percentual, já que, na época, apresentou inflação de 1,43%.

De acordo com o IBGE, o aumento no preço do grupo refletiu a variação de 14,26% do cigarro, em função dos reajustes vigentes a partir do início de abril, observando-se recuo nos preços a partir do dia 7 de maio, iniciando por São Paulo.

Outros grupos

Além de Despesas Pessoais, na passagem de abril para maio, outros grupos contribuíram para o avanço da inflação, são eles: Alimentação e Bebidas (0,31% para 0,62%), Habitação (0,75% para 0,81%), Artigos de Residência (-0,52% para -0,16%), Vestuário (0,49% para 0,97%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,62% para 0,93%).

Na contramão, Transportes (0,05% para -0,27%), Educação (0,05% para 0,00%) e Comunicação (0,24% para 0,23%) apresentaram resultados menores em suas taxas de variação.

Em 12 meses, a inflação medida pelo IPCA-15 acumula alta de 5,05%, abaixo dos 12 meses imediatamente anteriores (5,25%). Na comparação com maio de 2011, o recuo apurado é de 0,19 ponto percentual, pois, na época, a inflação era de 0,70%.

Regiões

Entre os índices regionais, Salvador apresentou a taxa mais alta de maio, com inflação de 0,80%. De acordo com o IBGE, na cidade o resultado foi influenciado pela taxa de água e esgoto (5,77%) que sofreu reajuste médio de 12,89% a partir de 1º maio e da energia elétrica (3,96%) que foi reajustada em 6,15% a partir de 22 de abril.

Rio de Janeiro, por outro lado, apresentou o menor resultado do mês, com inflação de 0,16%. Em São Paulo, a prévia da inflação do quinto mês do ano foi de 0,50%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIREITOS HUMANOS

Projeto garante a participação de mães e grávidas em concursos de beleza

POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Projeto prevê abatimento no Fies para graduados em Direito que atuarem em Defensorias Públicas

ECONOMIA

Campos Neto defende estabilidade monetária para combater a pobreza

SAÚDE

Sessão solene na Câmara marca o Dia Mundial das Doenças Raras