Menu
Busca terça, 15 de junho de 2021

Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos poderá virar lei

Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos poderá virar lei

14 maio 2012 - 15h10
Portal Médico


O Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) foi apresentado esta semana como Projeto de Lei 138/2012, pelo senador Paulo Davim (PV/RN).

A matéria está na Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS) e aguarda indicação do relator. Se aprovada depois da tramitação, transforma o Revalida em lei.

Segundo o autor do projeto, o poder público enfrenta grandes desafios como o de democratizar o acesso à saúde e, ao mesmo tempo, proteger a qualidade dos respectivos serviços e por isso, torna-se essencial garantir a disponibilidade de profissionais bem formados.

"A vinda de médicos formados no exterior tem sido vista como uma fórmula de atacar o problema da carência em localidades mais remotas do Brasil.

Então, é preciso consolidar o Exame e, para isso, sugerimos elevar sua instituição à categoria de lei, de forma que ele se transforme em política de Estado, e não apenas de governo".

A proposta no Senado atendeu a demanda das três entidades médicas nacionais (AMB, CFM e Fenam), por meio do trabalho realizado no Congresso pela Comissão de Assuntos Políticos (CAP), integrada pelas próprias.

O conselheiro federal e secretário de comunicação da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), Waldir Cardoso, explicou a ação realizada pela Comissão.

"A quantidade de projetos deletérios à qualidade do processo de revalidação fizeram com que as entidades optassem pela via parlamentar.

A iniciativa de articular a transformação do Exame em lei foi maturada pela Fenam, CFM e AMB em discussões bastante aprofundadas. O objetivo é subsidiar os procedimentos conduzidos por universidades públicas", afirma Waldir.

Ele completou que a proposta do senador vai propiciar um debate sobre a qualidade do processo de revalidação e a sua importância para a sociedade e lembrou que o processo já é uma portaria do Ministério da Saúde e da Educação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Pautados quatro projetos de lei para votação na Ordem do Dia desta terça-feira
ECONOMIA
Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial
CAMPO GRANDE
Policiais civis prendem trio suspeito de tráfico
SAÚDE
Covid-19: 82% dos indígenas receberam 1ª dose, diz Ministério da Saúde