terça, 16 de abril de 2024
ECONOMIA

Federação das Indústrias de MS lamenta suspensão da redução de alíquotas de IPI

10 agosto 2022 - 18h00Por G1MS

O presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), Sérgio Longen, lamentou a decisão do ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal (STF) de suspender redução das alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Para ele, a medida traz mais uma preocupação para o setor industrial, que já enfrenta dificuldades com o aumento constante da taxa de juros e que ainda busca a recuperação depois da crise causada pela pandemia.

Na avaliação de Longen, a decisão liminar resgata um ambiente de incertezas quanto ao recolhimento do IPI, impacta diretamente a formação do preço dos produtos ao consumidor e adiciona dificuldades à retomada econômica.

“A situação se torna ainda mais preocupante principalmente porque temos urgência em retomar a atividade econômica e superar a crise causada pela covid-19”, afirmou.

Ainda conforme o presidente da Fiems, o risco está cada mais elevado e as indústrias estão perdendo competitividade.

“As empresas começam a ter dificuldade de manter seus investimentos privados porque não arruma gente para trabalhar. Outra dificuldade é que os juros já estão em patamares inaceitáveis, agora temos essa questão do IPI. Precisamos de diálogo entre os poderes para encontrar uma solução que equilibre o desenvolvimento e a desoneração fiscal”, enfatizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

50+

Funtrab e rede supermercadista lançam 'Feirão da Empregabilidade' para contratação de profissionais

DETRAN-MS

Curso especial para condutores infratores ultrapassa 90% de aprovação

DESENVOLVIMENTO

Com R$ 3,2 bilhões, MS teve aumento de 227% nos investimentos públicos nos últimos três anos

TRAGÉDIA

Mãe e filho morrem e três ficam feridos em acidente no domingo de Páscoa