Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021

Hilda Furacão morre aos 83 anos em asilo na Argentina

Hilda Furacão morre aos 83 anos em asilo na Argentina

30 dezembro 2014 - 10h30Por Terra
Hilda Maia Valentim, conhecida no Brasil como Hilda Furacão, morreu nesta segunda-feira (29) aos 83 anos, um dia antes de seu aniversário, segundo informou o asilo Guillermo Rawson, em Buenos Aires, onde estava internada há mais de um ano. A ex-prostituta ficou conhecida e eternizada pelo livro homônimo, escrito por Roberto Drummond, e que inspirou uma minissérie global de 1998, onde Hilda é interpretada por Ana Paula Arósio.


O asilo informou que a morte de Hilda foi resultado de "causas multiorgânicas", após uma gradativa deficiência respiratória, que motivou uma falha renal. Hilda, que completaria 84 anos nesta terça-feira (30), foi internada no asilo após a morte de seu filho, com quem vivia na capital argentina até o ano passado.

Ainda não há informações sobre o enterro, uma vez que o asilo aguarda o contato de algum familiar, o que ainda não aconteceu, para ajustar os detalhes de todo o processo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
PMA de Aquidauana captura terceiro jacaré passeando pelas ruas da cidade neste ano
INTERNACIONAL
China quer trabalhar com o Brasil para promover parceria estratégica
FÁTIMA DO SUL
PMA fecha serralheria por emissão de sons acima do previsto em lei prejudicando a vizinhança
AÇÃO DE GOVERNO
Ritmo das obras intensifica no Estado, com mais de 80 trabalhos só na área urbana