domingo, 03 de março de 2024

Libertadores: Corinthians reformula elenco na reta final, mas pena para achar matador

01 junho 2012 - 09h47Por Douranews
Em meio ao clima de decisão que o Corinthians vive desde as oitavas de final da Copa Libertadores, a diretoria trabalha no processo de reformulação do elenco. Três jogadores foram contratados, outros saíram; os cartolas não seguem à risca o discurso de pensar somente no torneio continental e estão atentos ao mercado da bola.

O problema é que a cúpula alvinegra não encontra uma solução para o setor mais crítico da equipe. Liedson está em má fase e Elton não convenceu Tite, entretanto o mercado não oferece um centroavante viável.

Nomes de peso na Europa surgiram nos bastidores, caso de Alexandre Pato. O Timão assegura que não enviou uma proposta oficial ao Milan, e a equipe italiana diz que não liberará o atleta da seleção brasileira.

Segundo o blog do Neto, o argentino Maxi Lopez, que também defendeu o Milan, foi oferecido. Caso o ex-gremista seja contratado, não poderá disputar a Libertadores, porque o período de transferências da Europa para o Brasil começa em julho (o mesmo vale para Pato).

"Não há nada com ninguém. Tem a carência, com as saídas do Bill e do Adriano, e nós aguardamos para ver se aparece alguma possibilidade, sempre abertos a receber grandes jogadores", declarou há dez dias o diretor adjunto de futebol, Duilio Monteiro Alves.

De opção para Tite chegaram o lateral direito Guilherme, ex-Ponte Preta, o atacante Adilson, ex-XV de Piracicaba, e o meia Romarinho, revelação do último Paulistão pelo Bragantino. Este último é o mais cotado para ser inscrito na semi da Libertadores, contra o Santos, nos dias 13 e 20 de junho.

Enquanto uns vêm, outros saem, só que sem afetar a base da equipe titular. Vitor Junior, pouco aproveitado, foi para o Botafogo, enquanto Bill está a caminho do Santos.

As mudanças no elenco devem continuar depois da competição sul-americana. Ramon, reserva de Fábio Santos, está na mira do Flamengo, mas os dirigentes já avisaram que o lateral esquerdo não será liberado.

Um reforço de peso para o ataque virá provavelmente só para o Brasileiro, no segundo semestre. Contra o Santos, Tite deve repetir a formação sem um homem de área, com Jorge Henrique e Emerson Sheik na frente. Segundo informações do Uol Esportes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE

Sistema E-Crie de MS é avaliado pelo Ministério da Saúde para implementação em nível nacional

PEDRO JUAN

Tiroteio em residência atinge hospital e quatro brasileiros são presos

GESTÃO PÚBLICA

Curso capacitação de responsáveis técnicos do Precoce/MS já está disponível no site da Escolagov

GERAL

Matemática ajuda brasileiro a descobrir possível novo planeta