Menu
Busca sábado, 31 de julho de 2021

Mulheres fazem topless em protesto contra a prostituição em sede da Eurocopa-201

27 setembro 2011 - 15h00
Mulheres fazem topless em protesto contra a prostituição em sede da Eurocopa-2012

Das agências internacionais




Integrantes do grupo feminista Femen fizeram um protesto em frente ao estádio Olímpico, em Kiev, nesta terça-feira. Com os seios de fora, o grupo de mulheres pediu o combate à prostituição na Eurocopa-2012, que será organizada em conjunto pela Ucrânia e pela Polônia.

A manifestação ocorreu um dia após a chegada de Michel Platini à Ucrânia. O presidente da Uefa foi ao país para acompanhar o andamento das obras para a competição.

“O Femen pede à Uefa para que inicie uma campanha para os torcedores de futebol sobre ser inadmissível o turismo sexual e o apoio à indústria do sexo. Além disso, solicita às autoridades ucranianas para que criminalize a vinda de prostitutas ao país”, informou o grupo em comunicado oficial. Quatro manifestantes foram detidas.

A prostituição é ilegal no país, mas mesmo assim se disseminou. A Ucrânia se tornou um dos principais países de origem das prostitutas que foram para a Europa Ocidental. Em 2005, o governo endureceu as punições para quem cometer tráfico de pessoas e promover a prostituição.

Em julho, as ativistas do Femen haviam feito outra manifestação em Kiev. Elas protestaram contra o corte no fornecimento de água quente na capital ucraniana, o que poderia afetar o turismo durante a Euro-2012. De lingerie, elas se banharam em uma das fontes da região central da cidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Drone, drogas e celulares são apreendidos pelo DOF momentos antes de chegarem aos internos da PED
SAÚDE
Covid longa: pacientes 'recuperados' podem ter problemas de raciocínio e memória, aponta pesquisa
SANEAMENTO
Para garantir água tratada a moradores, Governo do Estado investe em poços nos distritos de MS
ESPORTES
Brasil vence Egito e vai à semifinal do futebol masculino olímpico