Menu
Busca quarta, 23 de junho de 2021

UEMS terá curso de medicina na Capital

UEMS terá curso de medicina na Capital

24 abril 2012 - 15h30
Correio do Eatado


Criar o curso de Medicina na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e exigir do acadêmico formado pela instituição que ele preste primeiro serviço em hospitais do interior do Estado. Esta é uma das alternativas estudada pelo Governo estadual como meio de reduzir o déficit de médicos em todas as cidades de MS, segundo pesquisa demográfica médica nacional.

Estudo do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), informa que faltam médicos em hospitais e postos de saúde nos 78 municípios do Estado, se levado em conta a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), que acha o ideal 2,5 médicos para cada mil habitantes. Nem a Capital, que tem a densidade de 2,41/mil, alcança o índice considerado ideal.

O governador André Puccinelli (PMDB) disse que um programa desenvolvido por sua equipe pretende implantar o curso de Medicina na UEMS, campus de Campo Grande.

“Creio que o curso funcione até o ano de 2014. A ideia é que o formado na universidade cumpra um trato de medicar no interior ao menos no início da carreira”, afirmou. Aqui em MS, as cidades de Campo Grande e Dourados, as duas maiores, são as que mais se aproximam do ideal apontado pela OMS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul já vacinou 51,8% da população adulta contra Covid-19
BATAGUASSU
Polícia Civil realiza orientações e verificações preventivas em parceria com PRF
CORONAVÍRUS
Sistema de Regulação aponta que de 10 internados em UTI em Campo Grande, 8 são do próprio município
COSTA RICA
Polícia Civil prende em flagrante traficante de drogas pela quarta vez em menos de 2 anos