Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021
Apreensão

Adolescente de 16 anos foi apreendida pela PRF com cocaína

30 janeiro 2015 - 09h19Por Fonte: coximagora
Uma adolescente de 16 anos foi apreendida na tarde desta terça-feira (27) pela PRF, transportando mais de um quilo de cocaína em um ônibus na BR-163.

Durante uma fiscalização de rotina, a PRF (Polícia Rodoviária Federal), de São Gabriel Do Oeste, abordou um ônibus de transporte interestadual, que faz a linha Campo Grande/MS – Goiânia/GO.

Ao perceber que uma passageira se mostrou muito nervosa e apreensiva durante a revista no interior do veiculo, a equipe pediu para a jovem descer para uma checagem minunciosa.

Durante a entrevista a jovem, de 16 anos, entrou em contradição em suas afirmações aos policiais, se mostrando mais nervosa ainda. A menor suspeita estava com uma blusa de frio por cima do seu vestido, sendo que foi solicitado que retirasse o casaco. Ao retirar a blusa, foi possível perceber que a jovem apresentava um volume preso à barriga, e quando perguntado a respeito, ela informou que se tratava de um tablete de pasta base de cocaína, sendo retirado por ela mesmo.

Questionada a respeito da origem do entorpecente, a autora declarou ser a proprietária e que pegou a droga na cidade de Campo Grande, como forma de pagamento de uma dívida, no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais) de uma pessoa cujo o nome não declarou.

A jovem informou ainda que levaria o entorpecente para a capital goiana, onde seria comercializada à um preço muito mais elevado.

Diante do fato, a suspeita foi apreendida e o entorpecente, que após pesado (totalizou pouco mais de 1 Kg) foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Bandeirantes/MS.

O Inspetor Calixto Filho, Chefe do Núcleo e Policiamento da 6ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal na região norte do Estado do Mato Grosso do sul, ressalta que é rara a apreensão desse tipo de entorpecente.

Todavia, os policiais estão diuturnamente fiscalizam de forma minuciosa os veículos que trafegam as BRs 163, 359 e a 060.

“De acordo com alguns estudos, a pasta base de cocaína é extraída a partir da folha da planta conhecida como erythroxílon coca, originária da América do Sul. Com a pasta base se produz o cloridrato (cocaína) e o sub produto, o crack. Entre os efeitos causados nos usuários estão a taquicardia, febre, pupilas dilatadas, suor excessivo, aumento da pressão sanguínea, insônia, ansiedade, sensação de medo ou paranóia e a destruição do tecido cerebral. Em resumo, ela é talvez a maior causadora de problemas na saúde pública nas grandes capitais”. Afirma o Inspetor da Polícia Rodoviária Federal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPERAÇÃO HÓRUS
Veículo furtado com quase meia tonelada de maconha foi recuperado pelo DOF
EDUCAÇÃO
Prouni: MEC abrirá em maio inscrições para bolsas remanescentes
JUTI
Polícia Militar apreende veículo com chassi adulterado
COTAÇÃO
Dólar fecha acima de R$ 5,70 em meio a incertezas políticas e fiscais