Menu
Busca terça, 13 de abril de 2021
Ponta Porã

Adolescente foi asfixiado com toalha dentro de Unei em MS

Adolescente foi asfixiado com toalha dentro de Unei em MS

27 janeiro 2015 - 07h00
O adolescente de 14 anos, morto dentro da Unidade Educacional de Internação (Unei) de Ponta Porã, no último domingo (25), teria sido asfixiado com um toalha, segundo a Polícia Civil, que investiga a morte. Dois interno, um de 16 e outro de 18 anos, que estavam no mesmo alojamento da vítima são suspeitos do crime.

Eles prestaram depoimento à polícia. Segundo o delegado Edemilson Holler, a vítima teria xingado os dois suspeitos, o que provocou o início da briga e ter motivado o crime. Segundo a polícia, o garoto mais velho teria forçado o mais novo a segurar a vítima, enquanto ele a asfixiava com a toalha.

De acordo com o G1 MS, a vítima, que era do Rio Grande do Sul, estava internada na Unei por envolvimento com tráfico de drogas. A direção da Unei informou, por telefone à TV Morena, que além das transferências dos adolescentes, também vai abrir um processo administrativo, de responsabilidade de uma comissão disciplinar para apurar o caso.

Internos e funcionários serão ouvidos. A unidade tem capacidade para 18 internos e, até domingo (25), abrigava 20, sendo a maioria por envolvimento com tráfico de drogas.

O jovem de 18 anos está preso no 1º Distrito Policial e, como ele já é maior de idade, será transferido para o presídio ainda nesta semana. Ele vai responder pelo crime de homicídio doloso, com pena de até 20 anos de prisão.

O adolescente foi transferido para a Unei de Dourados e vai responder pelo ato infracional que corresponde ao homicídio. Ele pode ficar internado até os 21 anos de idade, por ser menor. O corpo da vítima está no Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Porã e será encaminhado ao Rio Grande do Sul quando for liberado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPERAÇÃO HÓRUS
Veículo furtado com quase meia tonelada de maconha foi recuperado pelo DOF
EDUCAÇÃO
Prouni: MEC abrirá em maio inscrições para bolsas remanescentes
JUTI
Polícia Militar apreende veículo com chassi adulterado
COTAÇÃO
Dólar fecha acima de R$ 5,70 em meio a incertezas políticas e fiscais