Menu
Busca terça, 13 de abril de 2021
Capital

Agetran instalará semáforos em 14 cruzamentos

09 dezembro 2014 - 09h50Por Fonte: correiodoestado
A Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) fará a implantação do sistema semafórico em 14 pontos de grande fluxo de veículos da Capital. Além destes que ainda estão em fase de licitação, mesta segunda-feira (9) foram ativados os semáforos nos cruzamento das avenidas Lúdio Coelho com a Roseiras e no cruzamento das ruas Bahia com a Abrão Júlio Rahe, após ter sido feita a sinalização vertical e horizontal dos locais.

A instalação do semáforo era uma reivindicação antiga dos moradores e motoristas da região dos bairros Bonança e Bom Jardim. Além da grande circulação de veículos nas avenidas Lúdio Coelho e Roseira, há duas escolas próximas ao cruzamento, fazendo com que em dois horários haja um fluxo grande de pedestres, alunos, pais e funcionários dos estabelecimentos de ensino.

Outra reclamação de moradores dessa região era a grande fila de carros que se formava, principalmente nos horários de pico.

Abaixo segue a lista dos cruzamentos que receberão o sistema semafórico:

Av. Lúdio Coelho X Rua Presidente Nereu
Av. Lúdio Coelho X Rua das Árvores
Rua Brigadeiro Tobias X Rua Juruena
Rua Dolor Ferreira Andrade X Rua Arthur Jorge
Av. Thirson de Almeida X Av. Campestre
Av. Conde de Boa Vista X Av. Souto Maior
Av. Julia Maksoud X Rua Rio de Janeiro
Av. Calógeras X Rua da Liberdade
Rua Brigadeiro Tobias X Av. Europa
Rua Brigadeiro Tobias X Rua José Paes de Farias
Av. Lúdio Coelho X Rua Franklin Espíndola (Base Aérea)
Av. Gury Marques X Retorno Rodoviária X Rua Deolinda Pereira de Souza
Av. Marquês de Pombal X Rua Cândida Lima de Barros (Tiradentes)
Av. Tiradentes X Rua 26 de Agosto

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPERAÇÃO HÓRUS
Veículo furtado com quase meia tonelada de maconha foi recuperado pelo DOF
EDUCAÇÃO
Prouni: MEC abrirá em maio inscrições para bolsas remanescentes
JUTI
Polícia Militar apreende veículo com chassi adulterado
COTAÇÃO
Dólar fecha acima de R$ 5,70 em meio a incertezas políticas e fiscais