Menu
Busca quinta, 15 de abril de 2021
Capital

Após corrida, taxista tem carro e dinheiro roubados

29 novembro 2014 - 07h51Por Fonte: midiamax
Taxista foi assaltado na noite desta sexta-feira (28) por um ladrão armado na Avenida Afonso Pena, no Bairro Amambaí, região central de Campo Grande. O caso aconteceu por volta das 23 horas quando um homem chegou ao ponto de táxi na frente do Hotel Vale Verde e perguntou quanto era a corrida até o Bairro Tijuca.

O taxista Haroldo Martins da Silva, de 33 anos, disse que a corrida até ao local custava R$ 20 e o rapaz entrou no táxi. Silva seguia pela Rua Brilhante e quando chegou à esquina com a Avenida Panambiverá o passageiro apontou um revólver e anunciou o assalto.

O ladrão pediu dinheiro e o carro e obrigou a vítima a conduzir o carro até o anel viário, entre as saídas de Sidrolândia e São Paulo, onde o bandido mandou o taxista encostar no acostamento da via.

A vítima tentou fugir, mas foi contido pela camisa pelo assaltante. O criminoso levou aproximadamente R$ 180 e nesse momento que o ladrão estava despercebido o taxista conseguiu fugir e se esconder no mato próximo da rodovia.

Após o roubo, o autor fugiu levando o dinheiro e o táxi um Fiat Siena, placa HSI-9183. Como o ladrão não levou o celular, a vítima ligou para a polícia. Outros taxistas também foram avisados pelo rádio e foram até o local ajudar a socorrê-lo.

Logo após o assalto, a PM (Polícia Militar) localizou o táxi, que tem rastreamento por GPS, na Avenida Gury Marquês, próximo da Polícia Rodoviária Estadual. O taxista contou aos policiais que o ladrão era gordo, moreno, cabelo encaracolado e trajava camisa roxa e calça jeans. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Piratininga.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORREDOR BIOCEÂNICO
Após suspensão de licitação, governo requisita novo cronograma para obra de ponte sobre Rio Paraguai
JUSTIÇA
STF confirma decisão que determinou a abertura de CPI da Pandemia
POLÍTICA
Senado debate adiamento do reajuste de preços de medicamentos
NAVIRAÍ
Polícia Civil incinera 1,2 tonelada de drogas